PE, líder em eleitores sem candidato, tem atos pró Haddad, Bolsonaro e Ciro

Luciana Amaral

Do UOL, no Recife

Em um intervalo de 24 horas, a capital pernambucana teve atos relacionados às candidaturas de Fernando Haddad (PT), Jair Bolsonaro (PSL) e Ciro Gomes (PDT). O estado é, segundo pesquisa Datafolha divulgada há três dias, aquele com maior proporção de eleitores declarando voto em branco, nulo ou em nenhum candidato: 16% -- 4 pontos percentuais acima da média nacional.

Pernambuco é também o único estado (entre aqueles para os quais o Datafolha tem recortes separados, o que inclui SP, RJ, MG e DF) onde Bolsonaro, com 17% da preferência, não lidera a disputa. Aqui, Haddad foi o citado por 24% dos consultados -- veja números detalhados no fim do texto.

Diante desse cenário, mirando em públicos com perfis diferentes, os três tentam reforçar suas imagens perante o eleitorado pernambucano. 

Na manhã deste domingo (23), o ato pró-Bolsonaro, que segue internado em São Paulo, ocorreu algumas horas antes de Ciro desembarcar no aeroporto de Recife/Guararapes e um dia após caminhada de Haddad no centro da cidade.

O capitão reformado do Exército tenta se apresentar como a alternativa ao Partido dos Trabalhadores. Haddad trabalha para herdar os votos de Lula, e Ciro se oferece como opção aos que não querem a polarização.

Luciana Amaral/UOL
Ato em apoio a Jair Bolsonaro (PSL) na praia de Boa Viagem, no Recife (PE)

Hoje pela manhã, a campanha de Bolsonaro promoveu uma caminhada na praia de Boa Viagem, no Recife. Com camisetas verdes e amarelas, os simpatizantes do candidato do PSL acompanhavam um trio elétrico ao som de Jesus Cristo, de Roberto Carlos, o Hino Nacional, além de palavras de ordem contra o comunismo.

O presidente licenciado do PSL, Luciano Bivar (PE), afirmou ao UOL que os presentes querem alguém que "renove o Brasil em prol da família, cultura, educação e contra a corrupção".

Questionado sobre o fato de Bolsonaro aparecer em segundo lugar no estado, atrás de Haddad, ele disse não acreditar nos levantamentos.

"Nossa opinião é que Bolsonaro já virou. As informações das pesquisas são coisas do passado", falou, entre pedidos de selfies e abraços.

À tarde, Ciro Gomes chega ao Recife para encontrar estudantes em um colégio católico. Ele será acompanhado do candidato a deputado federal Túlio Gadêlha (PDT), namorado de Fátima Bernardes. Depois, seguirão para o comitê de Gadêlha para um ato com militantes. 

Ricardo Stuckert/Divulgação
Fernando Haddad (PT), no Recife (PE)

Ontem, Haddad caminhou e discursou na Praça da Independência. No dia mundial sem carro, reforçou o apoio a ciclovias e à segurança no trânsito, uma de suas bandeiras quando prefeito de São Paulo.

Sem citar nomes, falou que não se podem resolver os problemas do Brasil com "autoritarismo e violência". Na passeata, Haddad contou com a presença do governador do estado e candidato à reeleição, Paulo Câmara (PSB). Câmara foi vaiado ao citar João Campos e Renata Campos, filho e viúva de Eduardo Campos, ex-governador de Pernambuco que morreu durante a campanha presidencial em 2014.

Mais cedo, visitou um assentamento do MST (Movimento Sem Terra) em Caruaru, no agreste de Pernambuco. Neste domingo, Haddad passa por Petrolina, ainda no estado, e Juazeiro, na Bahia.

Intenções de voto: Pernambuco x cenário nacional

Fernando Haddad (PT): 24% x 16% 

Jair Bolsonaro (PSL): 17% x 28%

Ciro Gomes (PDT): 13% x 13%

Marina Silva (Rede): 9% x 7%

Geraldo Alckmin (PSDB): 7% x 9%

Em branco, nulo ou nenhum: 16% x 12%

Datafolha divulgado em 20 de setembro, com entrevistas feitas entre 18 e 19 de setembro. Margem de erro: 3 p.p. em PE, 2 p.p. no cenário nacional. Registro na Justiça eleitoral: BR-0619/2018

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos