Bolsonaro recebe cantor sertanejo e chora ao falar de facada

Hanrrikson de Andrade

Do UOL, no Rio

  • Reprodução/Facebook

Durante transmissão ao vivo nas redes sociais realizada nesta terça-feira (16), o candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL) se emocionou ao lembrar do atentado a faca sofrido em Juiz de Fora (MG), em 6 de setembro.

O político recebeu em casa, no Rio, a visita do cantor sertanejo Eduardo Costa e dos youtubers Agustin Fernandez e Karol Ellen.

Na conversa, o presidenciável chorou ao citar o ataque sofrido durante atividade de campanha e declarou que, na ocasião, não pensou em si, apenas na filha caçula, Laura, 7.

"Só pensava na minha filha e que ela iria ficar órfã", comentou. Para o candidato, o episódio de violência lhe deu ainda mais vontade de disputar a eleição.

"Depois da facada, fiquei com mais tesão ainda", afirmou. Os interlocutores brincaram com a situação e mencionaram olhar de reprovação da mulher de Bolsonaro, Michelle. O político respondeu: "Por ela também".

Durante o encontro, o presidenciável voltou a dizer que não é homofóbico e que sua luta é contra a "desconstrução da heteronormatividade" e da abordagem à sexualidade nas escolas. "Minha briga é contra essa doutrinação em sala de aula."

Bolsonaro também ouviu ponderações dos visitantes. Eduardo Costa pediu que o candidato, se eleito, busque modificar a legislação eleitoral e reintroduzir no cenário político os showmícios e comícios. Segundo ele, esses eventos eram uma "oportunidade para artistas de menor expressão".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos