STF autoriza investigação sobre Lobão Filho por falsidade e formação de quadrilha

Marco Antônio Soalheiro
Da Agência Brasil

Em atendimento a pedido do MP (Ministério Público), o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Carlos Alberto Menezes Direito autorizou hoje (18) a abertura de inquérito para apurar o suposto envolvimento do senador Edison Lobão Filho (PMDB-MA) nos crimes contra a fé pública (falsidade ideológica) e formação de quadrilha.

O senador - filho do ministro de Minas e Energia, Edison Lobão - é acusado de sonegação fiscal por manter, conforme o Ministério Público, 'laranjas' na composição societária de diversas empresas.

A quebra do sigilo bancário de Lobão Filho e dos seus sócios Marco Antônio e Marco Aurélio Pires Costa também já foi autorizada por Menezes Direito.

Pela decisão, a Superintendência da Polícia Federal do Distrito Federal poderá ouvir, a convite, o senador, e a PF no Maranhão, os demais investigados.

Em parecer, a Procuradoria Geral da República cita depoimentos de ex-funcionários dos senador que relatam a existência de 'procurações falsas' para administrar as empresas e fazer transferências de recursos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos