Maranhão muda novamente horário de início da eleição para presidente da Câmara

Felipe Amorim

Do UOL, em Brasília

  • Luis Macedo - 5.jul.2016/Câmara dos Deputados

    O presidente em exercício da Câmara, Waldir Maranhão (PP-MA), recuou sobre a mudança de horário duas vezes

    O presidente em exercício da Câmara, Waldir Maranhão (PP-MA), recuou sobre a mudança de horário duas vezes

O presidente interino da Câmara, Waldir Maranhão (PP-MA), decidiu alterar pela segunda vez na tarde desta quarta-feira (13) o horário da eleição para a presidência da Câmara. Maranhão fixou o início da sessão para as 17h30, cerca de quarenta minutos após ter adiado a sessão das 16h para as 19h.

O horário de início da eleição pode ter interferência direta no processo de cassação do deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), pois a CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) tenta votar ainda hoje o recurso do deputado contra o parecer do Conselho de Ética.

A CCJ está reunida na tarde desta quarta-feira para debater e votar o recurso.

Aliados de Cunha tem pressionado o presidente da comissão, Osmar Serraglio (PMDB-PR), para encerrar a sessão, com o argumento de que precisam se preparar para a eleição. Serraglio já afirmou que a sessão da CCJ só será encerrada quando tiver início o trabalho no plenário da Câmara.

Levantamento feito pelo blog do Fernando Rodrigues, do UOL, aponta que há maioria na CCJ de deputados contrários ao recurso de Cunha, que pedia a anulação de parte do processo no Conselho de Ética.

A eleição foi precipitada pela renúncia de Eduardo Cunha ao cargo, na última quinta-feira (7), dois meses após ser afastado do exercício do mandato, e, portanto, do cargo, pelo STF (Supremo Tribunal Federal), por suspeitas de que usava o cargo para interferir nas investigações contra ele. 

Atualmente, além do processo de cassação, Cunha enfrenta diversas investigações no STF por suspeitas de participação em esquemas de corrupção. O deputado nega irregularidades e diz que vai provar sua inocência.

Veja quem será candidato, na ordem sorteada pela Câmara para os discursos no plenário:

- Rodrigo Maia (DEM-RJ)
- Evair Vieira de Melo (PV-ES)
- Miro Teixeira (REDE-RJ)
- Giacobo (PR-PR)
- Cristiane Brasil (PTB-RJ)
- Luiza Erundina (PSOL-SP)
- Fabio Ramalho (PMDB-MG)
- Carlos Manato (SD-ES)
- Carlos Henrique Gaguim (PTN-TO)
- Marcelo Castro (PMDB-PI)
- Rogério Rosso (PSD-DF)
- Gilberto Nascimento (PSC-SP)
- Esperidião Amin (PP-SC)
- Orlando Silva (PCdoB-SP)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos