Após delação da JBS, Gilmar nega instabilidade política: "instituições estão funcionando"

Felipe Amorim

Do UOL, em Brasília

  • Armando Franca - 31.mar.2016 - /AP

    Na investigação da JBS, a Polícia Federal grampeou um telefonema entre Aécio Neves e Gilmar Mendes

    Na investigação da JBS, a Polícia Federal grampeou um telefonema entre Aécio Neves e Gilmar Mendes

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Gilmar Mendes afirmou nesta terça-feira (23) que "as instituições estão funcionando" ao ser questionado sobre se a delação dos executivos da JBS teria abalado a estabilidade política do país.

"Acho que as instituições estão funcionando, a vida segue, nenhum problema", respondeu Mendes em rápida conversa com jornalistas que o aguardavam no Supremo.

A delação da JBS levou à abertura de um inquérito contra o presidente Michel Temer (PMDB), o senador Aécio Neves (PSDB-MG) e do deputado federal Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR).

A PGR (Procuradoria-Geral da República) pediu a prisão de Neves e Loures. O relator da investigação no STF, ministro Edson Fachin, negou o pedido, mas determinou que ambos fossem afastados do exercício do mandato.

A PGR recorreu da decisão de Fachin, e voltou a pedir a prisão do senador e do deputado afastados.

A revelação na última quarta-feira de que o empresário Joesley Batista, um dos donos da JBS, gravou uma conversa particular com o presidente, ocorrida em março, no Palácio do Jaburu, acirrou a oposição contra o governo e corroeu o apoio da base aliada a Temer.

Batista também gravou conversas suas com Aécio e com Loures.

Na esteira das investigações, a Polícia Federal chegou a grampear um telefonema entre Aécio e Gilmar Mendes, no qual o senador pede a ajuda do ministro para conseguir o apoio de parlamentares na votação do projeto sobre crimes de abuso de autoridade.

Após o áudio vir a público, Gilmar Mendes divulgou uma nota afirmando que sempre defendeu publicamente o projeto sobre abuso de autoridade e que seus encontros autoridades são "públicos e institucionais".

Aécio Neves foi afastado; delator agiu para produzir provas

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos