Topo

Em hospital, Bolsonaro diz que Davos foi um "sucesso" e lamenta Brumadinho

Reprodução
Imagem: Reprodução

Luciana Amaral

Do UOL, em Brasília

27/01/2019 16h48

Sentado em uma cama hospitalar e vestido com roupa de paciente, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) divulgou na tarde deste domingo (27) vídeo em que relembra a semana no Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça e o sobrevoo de helicóptero após rompimento de barragem da Vale em Brumadinho (MG)

Ele também agradeceu o apoio recebido antes da cirurgia à qual será submetido na segunda-feira (28).

Bolsonaro voou de Brasília para São Paulo na manhã deste domingo e se internou no hospital Albert Einstein. A partir das 7h de segunda, Bolsonaro será submetido a uma operação para reconstruir o trânsito intestinal. A duração prevista para o procedimento é de três a quatro horas. 

O objetivo é que a bolsa coletora da colostomia seja retirada e o seu intestino retome o fluxo normal dos alimentos. O presidente sofreu um ataque a faca em Juiz de Fora (MG), durante a campanha eleitoral, em 6 de setembro do ano passado.

"Sucesso" em Davos

No vídeo, Bolsonaro avaliou sua participação no Fórum Econômico Mundial junto à comitiva brasileira como um "sucesso". Ele relatou ter conversado com chefes de Estado, empresários e economistas de todo o mundo.

"Tenham certeza: todos gostam do Brasil. O Brasil será uma grande nação com toda a certeza", disse.

No evento, Bolsonaro discursou por menos de seis minutos em sessão plenária, se encontrou com autoridades e manteve encontros bilaterais com chefes de Estado.

Ele também cancelou uma entrevista coletiva à imprensa menos de uma hora antes do horário marcado. A assessoria de imprensa da Presidência deu mais de uma versão para o cancelamento. Houve quem alegasse cansaço de Bolsonaro, enquanto outro assessor culpou um suposto "mal comportamento" de repórteres.

Segundo especialistas ouvidos pelo UOL, sua passagem não foi ruim, mas também não superou as expectativas.

Rompimento em Brumadinho: "barbaridade"

Em seguida, Bolsonaro classificou o rompimento de barragem da Vale em Brumadinho como uma "barbaridade". No sábado (26), acompanhado de uma comitiva, ele sobrevoou a região afetada pela tragédia.

"Algo que afeta a todos nós. E nós somos solidários aos familiares das vítimas", falou, acrescentando que ministros estão tomando providências na tentativa de minimizar os danos do ocorrido.

Presidente agradece apoio para operação

Ao final, Bolsonaro agradeceu o apoio que tem recebido antes da cirurgia. Ele explicou rapidamente como será a operação e disse esperar que todo o procedimento transcorra conforme o esperado pela equipe médica.

"Se Deus quiser, correrá tudo muito bem. Meu muito obrigado a todos vocês mais uma vez e obrigado também pelas orações. O Brasil é nosso", concluiu.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Política