PUBLICIDADE
Topo

Política

Bolsonaro está em excelentes condições clínicas, diz hospital após consulta

07.01.2019 - Jair Bolsonaro no Palácio do Planalto - Evaristo Sa/AFP
07.01.2019 - Jair Bolsonaro no Palácio do Planalto Imagem: Evaristo Sa/AFP

Do UOL, em São Paulo

27/03/2019 19h25

Boletim médico divulgado hoje pelo Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, apontou para uma estabilização na saúde do presidente Jair Bolsonaro (PSL). Ele passou por nova avaliação médica, dois meses após ser submetido a uma cirurgia de retirada da bolsa de colostomia.

"O presidente encontra-se em excelentes condições clínicas. Realizou teste ergoespirométrico para prescrição dos exercícios físicos e recebeu orientações em relação à dieta", diz o comunicado.

O texto é assinado pelos médicos Antônio Luiz Macedo (cirurgião), Leandro Echenique (clínico/cardiologista) e Miguel Cendoroglo, diretor superintendente do hospital.

O teste ergoespirométrico consiste na associação do teste ergométrico convencional, que avalia o sistema cardiovascular sob esforço físico, associado à espirometria, que analisa o ar respirado pelo paciente e mede a função pulmonar. O paciente faz o esforço físico respirando com um bocal ou uma máscara e mantendo o nariz obstruído.

Em entrevista concedida hoje ao apresentador José Luiz Datena, Bolsonaro chegou a afirmar que a articulação com o Congresso foi prejudicada por conta de sua saúde debilitada nos primeiros meses do governo.

"Estou fazendo o melhor que posso, apesar do meu estado de saúde. Eu fiquei 20 e poucos dias fora de combate, isso atrapalha muito. Tenho que encerrar o expediente às 18, 19 horas", afirmou o presidente.

Em conversa com jornalistas após uma reunião da Unibes (União Brasileiro-Israelita do Bem-Estar Social), Bolsonaro voltou a falar sobre sua condição física. "Graças a Deus, me deram 80% de condições físicas. Nas próximas semanas, estarei 100%.", disse.

A última avaliação médica de Bolsonaro havia sido feita há pouco mais de um mês no mesmo hospital. À época, o presidente estava na fase final da recuperação da cirurgia para retirada de uma bolsa de colostomia. O procedimento durou cerca de sete horas.

Política