Topo

Onyx compara Bolsonaro a Felipão: "Flertou com rebaixamento e foi campeão"

Hanrrikson de Andrade e Luciana Amaral

Do UOL, em Brasília

11/04/2019 10h37

O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni (DEM), recorreu ao futebol para explicar alguns pontos críticos do governo Jair Bolsonaro (PSL) em seus primeiros cem dias e comparou o presidente ao técnico do Palmeiras, Luiz Felipe Scolari.

Onyx afirmou hoje que, no ano passado, o clube paulista "flertou com a ida ao rebaixamento" no Campeonato Brasileiro, mas evoluiu ao longo da competição e terminou com a conquista de seu décimo título.

"O presidente está parecendo o Felipão e está fazendo os mesmos ajustes que o Felipão fez no ano passado, que deu certo e que vai dar certo", afirmou Onyx, depois de uma solenidade para festejar os cem dias de governo. O evento ocorreu no Palácio do Planalto.

Onyx respondia à imprensa sobre problemas enfrentados por Bolsonaro desde que tomou posse, em 1º de janeiro, sobretudo a conflituosa relação com o Congresso na tramitação da reforma da Previdência e outros projetos.

"Desde o período da transição, estamos mudando a cultura da relação entre o governo e a sociedade, o Parlamento e até dentro de si próprio", declarou o ministro.

Na visão dele, as inconsistências são naturais à medida que o Executivo propõe uma relação sem o que Bolsonaro tem chamado desde a campanha eleitoral do ano passado de "toma lá, dá cá" --troca de cargos ou favores em geral em face de interesses políticos.

"Esse é um processo que a gente tem que ter humildade. Nem tudo que deu certo está certo", comentou.

"Você não joga no Google e pesquisa: como a gente monta um governo em um país latino-americano sem toma lá, dá cá."

Questionado sobre a Previdência, Onyx buscou demonstrar confiança e voltou a traçar analogias com o futebol.

Segundo ele, seria indiferente "empate, vitória por uma zero ou vitória por três a zero". "O que importa é faixa no peito e taça no armário."

"Na hora final, vamos ganhar a final. Não adianta chegar na final e perder o jogo", resumiu.

Colunistas do UOL avaliam os 100 dias de governo Bolsonaro

UOL Notícias

Governo Bolsonaro