Topo

Em evento na Bahia, Bolsonaro diz amar Nordeste e critica governador do PT

Stella Borges

Do UOL, em São Paulo

23/07/2019 12h49

Em cerimônia de inauguração do aeroporto de Vitória da Conquista (BA) nesta manhã, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) lamentou a ausência do governador da Bahia, Rui Costa (PT), mas disse que não aceita quem quer "impor a nós o socialismo ou o comunismo".

Mais cedo, os dois trocaram acusações sobre a ausência da Polícia Militar no evento. Rui Costa vetou que a PM participasse da segurança do evento e foi criticado por Bolsonaro. Ontem, ele já havia dito que não compareceria à solenidade porque o governo federal planejava fazer uma inauguração "como se fosse convenção político-partidária".

No evento, o presidente também afirmou amar o Nordeste após ter sido gravado na semana passada falando em "governadores de paraíba" em referência a políticos da região. Além da polêmica pelo termo empregado, a visita também foi marcada pela disputa da "paternidade" da obra entre o Planalto e governo estadual.

Eu amo o Nordeste, afinal de contas, a minha filha tem em suas veias sangue de cabra da peste
presidente Jair Bolsonaro (PSL)

"Não estou em Vitória da Conquista, não estou na Bahia, nem no Nordeste. Estou no Brasil. Não há divisões entre nós: sexo, raça, cor ou região. Somos um só povo com um só ideal: colocar esse grande país no lugar de destaque que merece. [...]", discursou o presidente. O pai de Michelle, mulher de Bolsonaro, é nascido no Ceará e, por isso, a menção feita por Bolsonaro à filha do casal.

A inauguração contou com a presença dos prefeitos de Vitória da Conquista, Hérzem Gusmão (MDB), e de Salvador, ACM Neto (DEM), que recebeu um afago de Bolsonaro. "Lá na frente, se Deus quiser, você ocupará a honrosa cadeira que ocupo", disse.

Política