Topo

Líder do PSL na Câmara havia afirmado que Frota não seria expulso

O líder do PSL na Câmara, deputado Delegado Waldir - Pedro Ladeira/Folhapress
O líder do PSL na Câmara, deputado Delegado Waldir Imagem: Pedro Ladeira/Folhapress

Do UOL, em São Paulo

13/08/2019 16h09

Líder do PSL na Câmara, o Delegado Waldir (PSL-GO) havia dito em entrevista publicada ontem (12) que Alexandre Frota (PSL-SP) permaneceria no partido. Hoje, porém, o parlamentar foi expulso em votação unânime.

"Não tem turbulência, meu amigo. [O Frota] Não vai ser expulso", cravou o deputado em participação no programa "Segunda Chamada" do canal "MyNews", do YouTube. O vídeo foi publicado menos de 24 horas antes da expulsão de Frota.

Em seguida, Delegado Waldir foi questionado sobre as divisões internas do PSL e eventuais disputas do poder dentro da sigla. Um exemplo citado foi o atrito da deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP), líder do governo no Congresso, com o senador Major Olímpio (PSL-SP).

"A divisão da Joice é específica de São Paulo. Nós temos algumas disputas locais por poder, por gestão do fundo partidário, que é um dos maiores. Isso cria disputas locais pelo controle dos diretórios. A questão da Joice com o Eduardo [Bolsonaro] e com o Major Olímpio é questão local de São Paulo. É um atrito local", começou Waldir.

"O Frota é parceiro da Joice. O Eduardo é parceiro do Major Olímpio. O atrito da Carla [Zambelli] com o Frota é porque a Carla é ligada ao Eduardo e ao Major Olímpio. São questões locais pelo controle dos diretórios estaduais. O PSL não está uma 'bagunça', ele votou 100% a reforma da Previdência, somos o partido mais fiel ao governo... [O Frota] Teve abstenção no segundo turno, mas no primeiro turno ele era coordenador. Em razão desse atrito pessoal dele com a família Bolsonaro, a gente não pode dizer que o PSL é uma bagunça", acrescentou o deputado.

"A minha gestão à frente da liderança tem trazido essa pacificação. Mas se em casa, em uma família com dois ou três irmãos, a gente briga, imagina em uma família com 54 deputados. Se você pegar outros partidos, existe muito mais divisão. Só que a nossa roupa suja nós lavamos ao vivo e a cores, nas redes sociais. Não escondemos nada nos bastidores. Essa é a diferença da forma do presidente Bolsonaro governar, do PSL de ser. Esse é o PSL efervescente", concluiu Delegado Waldir.

Mais Política