Topo

"PSDB escolheu o lado errado", diz Doria sobre decisão de manter Aécio

João Doria, governador de São Paulo - Adriano Machado/Reuters
João Doria, governador de São Paulo Imagem: Adriano Machado/Reuters

Do UOL, em São Paulo

21/08/2019 21h22

O governador de São Paulo, o tucano João Doria, disse hoje que a executiva do PSDB errou ao rejeitar o pedido de expulsão do deputado Aécio Neves (PSDB-MG).

"Lamento a decisão da maioria dos membros da Executiva do PSDB que votou a favor da manutenção de Aécio Neves na legenda. Respeito a votação, mas ela não reflete o sentimento da opinião pública brasileira", escreveu Doria no Twitter.

O governador disse ainda que cada membro da executiva deve responder por sua posição. "A minha é clara: Aécio Neves deve se afastar do PSDB e fazer sua defesa fora do partido. O derrotado, nesse caso, não foi quem defendeu o afastamento de Aécio. Quem perdeu foi o Brasil."

A decisão foi tomada em reunião que durou cerca de cinco horas. A maioria dos membros presentes votou com o relator, Celso Sabino (PSDB-PA), que apresentou parecer contra a representação feita pelos diretórios municipal e estadual do partido em São Paulo, que pedia a saída do ex-candidato à Presidência da República.

Mais Política