Topo

Conciliação tem que vir do presidente Bolsonaro, diz líder do PSL no Senado

18.jan.2019 - Simon Plestenjak/UOL
Imagem: 18.jan.2019 - Simon Plestenjak/UOL

Hanrrikson de Andrade e Guilherme Mazieiro

Do UOL, em Brasília

18/10/2019 13h15

O senador Major Olimpio (PSL-SP) declarou hoje que cabe a Jair Bolsonaro (PSL) a iniciativa de buscar uma trégua na relação beligerante entre o grupo ligado ao presidente da República e a ala leal ao comandante da sigla, o deputado federal Luciano Bivar (PSL-PE).

Depois de participar da convenção do PSL nesta manhã, em Brasília, Olimpio afirmou que o "sentimento" dos colegas é de que não houve erro por parte do partido. Ele ressaltou que continuará apoiando Bolsonaro, mas que espera do mandatário um "gesto de conciliação".

De acordo com o parlamentar, se a iniciativa não partir do presidente da República, o racha interno deve se perpetuar.

Major Olimpio é um dos personagens centrais da atual disputa interna do PSL. Eleito senador por São Paulo, o atual líder do Senado protagonizou troca de farpas com Carlos e Eduardo Bolsonaro, embora sempre tenha dito que continuava apoiando o presidente. Para Olimpio, Eduardo conspirava para tomar o poder dentro do PSL.

Nesta semana, a disputa interna no PSL se intensificou na quarta-feira, quando deputados do PSL iniciaram um movimento para colher assinaturas para tirar Delegado Waldir da liderança do PSL da Câmara e colocar Eduardo Bolsonaro no lugar. Waldir, no entanto, manteve a liderança.

Neste clima, o PSL tenta aparar as arestas para evitar uma desintegração da base de apoio do Governo Bolsonaro.

Ouça o podcast Baixo Clero, com análises políticas de blogueiros do UOL.
Os podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas de áudio.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Política