Topo

Ala bolsonarista quer anular convenção que pode destituir Eduardo e Flávio

Os filhos do presidente Jair Bolsonaro, Eduardo e Flávio - UOL
Os filhos do presidente Jair Bolsonaro, Eduardo e Flávio Imagem: UOL

Guilherme Mazieiro

Do UOL, em Brasília

18/10/2019 12h35

A ala do PSL apoiada por Jair Bolsonaro (PSL) estuda uma maneira de anular a convenção nacional da sigla que acontece hoje, em Brasília. O encontro pode oficializar a destituição de Eduardo e Flávio Bolsonaro dos comandos da sigla em São Paulo e Rio de Janeiro.

A convocação foi publicada no Diário Oficial, como determina a legislação. A cúpula do partido que pode tomar decisões oficiais é comanda por Luciano Bivar (PSL-PE) e seus aliados. Um grupo de cerca de 20 deputados, sob comando do presidente Jair Bolsonaro (PSL), justifica que falta transparência nas contas do PSL e tenta ganhar espaço no partido.

"Tem um artigo no estatuto que diz que nós teríamos que ser chamados individualmente. No estatuto diz que qualquer reunião da Executiva, as pessoas detentoras de mandato têm que ter formalizado um convite. E não formalizaram esse convite, somente publicaram no Diário da União. Vamos ver a possibilidade de tornar nula essa convenção", disse Zambelli.

Como parte dos parlamentares retornaram para suas bases eleitorais, Zambelli está com procuração para representar 13 parlamentares da ala bolsonarista. Segundo ela, Eduardo está em São Paulo e tentará chegar ao evento que acontece até às 17h.

Entre os políticos que já chegaram estão o líder do PSL na Câmara, Delegado Waldir (PSL-GO), o senador Major Olímpio (PSL-SP), Felipe Francischini (PSL-PR) e Joice Hasselmann (PSL-SP). Todos estes são aliados do presidente Luciano Bivar.

Ouça o podcast Baixo Clero, com análises políticas de blogueiros do UOL.
Os podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas de áudio.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Política