Topo

Mourão diz que Forster tem "todas as credenciais" para embaixada nos EUA

O vice-presidente Antônio Hamilton Mourão em entrevista ao programa Conversa com Bial - false
O vice-presidente Antônio Hamilton Mourão em entrevista ao programa Conversa com Bial

Luciana Amaral

Do UOL, em Brasília

23/10/2019 12h28Atualizada em 23/10/2019 14h54

O vice-presidente da República e presidente em exercício, Antônio Hamilton Mourão (PRTB), afirmou hoje que o diplomata Nestor Forster tem "todas as credenciais" para assumir a Embaixada do Brasil nos Estados Unidos.

"Ele é um quadro do Itamaraty promovido já a ministro de primeira classe. Então, ele tem todas as credenciais", declarou.

Mourão afirmou que conheceu Forster quando esteve nos Estados Unidos em viagem oficial em abril deste ano.

Enquanto o filho do presidente Jair Bolsonaro (PSL) e deputado federal, Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), não era indicado como o novo embaixador do Brasil nos Estados Unidos, o diplomata Nestor Forster Junior vinha comandando, na prática, a representação diplomática em Washington D.C., capital norte-americana.

Agora que Eduardo Bolsonaro anunciou a desistência da indicação - nos bastidores, por falta de votos suficientes para ter o nome aprovado no Senado - e virou líder do PSL na Câmara dos Deputados, Forster é o mais cotado a assumir o cargo de vez.

Hoje Forster é encarregado de negócios na embaixada. Por isso, não conta com todas as prerrogativas dadas a um embaixador aprovado pelo Congresso brasileiro e recebido pelo governo de Donald Trump.

Viagem ao Peru e Alcolumbre na Presidência

À tarde, Mourão viaja para Lima, no Peru, onde vai negociar a venda de dois cascos de submarinos usados da Marinha brasileira. O governo brasileiro também conversa com Argentina e Chile sobre os equipamentos.

Na capital peruana, Mourão ainda se reunirá com o presidente do país, Martín Vizcarra, ministros, empresários e comandantes das Forças Armadas. Outro tema a ser discutido é a segurança na fronteira entre Brasil e Peru. Não haverá assinatura de documentos.

Além da viagem ao exterior de Mourão, o segundo na linha sucessória, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), foi à Inglaterra e Irlanda. Portanto, quem assume a Presidência da República nesta quarta-feira (23) será Davi Alcolumbre (DEM-AP).

A previsão é que Alcolumbre despache do Palácio do Planalto à tarde e amanhã visite praias nordestinas contaminadas pelo óleo de origem ainda desconhecida.

Protesto do Greenpeace no Planalto

A ONG (Organização Não Governamental) Greenpeace promoveu um protesto de manhã em frente ao Planalto criticando a suposta demora do governo federal em minimizar os danos causados pelo óleo no meio ambiente.

O Greenpeace jogou tinta preta que simula petróleo na pista em frente à sede do Executivo e levou faixas de protesto, entre outros itens como barris.

"Vou convidar o Greenpeace para recolher o óleo lá ao invés de jogar o óleo aqui, pô", disse, em tom de brincadeira.

Mourão falou que protestos são legítimos numa democracia, mas ponderou que o grupo não deveria ter bloqueado o trânsito de veículos impedindo o ir e vir de pessoas.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Política