Topo

Após falar em "novo AI-5", Eduardo relembra voto do pai que exaltou Ustra

8.out.2019 - Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), deputado federal e líder do seu partido na Câmara Federal - Adriano Machado/Reuters
8.out.2019 - Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), deputado federal e líder do seu partido na Câmara Federal Imagem: Adriano Machado/Reuters

Do UOL, em São Paulo

31/10/2019 15h58

O deputado Federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) compartilhou em sua conta no Twitter um vídeo que mostra o voto do então deputado Federal Jair Bolsonaro a favor do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff.

Na ocasião, Bolsonaro homenageou o coronel Brilhante Ustra, torturador de Dilma no período da Ditadura militar. Jair Bolsonaro chegou a responder a um processo no Conselho de Ética da Câmara, que foi arquivado posteriormente.

No post, Eduardo escreveu: "Se você está do lado da verdade, NÃO TENHAIS MEDO!".

A reprodução do vídeo acontece horas após uma fala de Eduardo ganhar grande repercussão. Hoje, mais cedo, ele afirmou que o Brasil pode enfrentar um "novo AI-5", caso as esquerdas se radicalizem. A declaração foi dada em entrevista à jornalista Leda Nagle.

O AI-5 marcou o início do período mais duro da ditadura militar, quando aconteceram perseguições e torturas de militantes de esquerda e o Congresso Nacional foi fechado.

A frase teve grande repercussão no meio político e foi repudiada, entre outros, pelos presidentes do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). Partidos de esquerda também se reuniram e anunciaram que pedirão a cassação de Eduardo.

Em entrevista a jornalistas, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que não estava sabendo das declarações do filho, mas que se alguém falou sobre a possibilidade de um novo AI-5, "está sonhando".

Política