PUBLICIDADE
Topo

Secretaria da Cultura apaga vídeo de Roberto Alvim e pede desculpas

Roberto Alvim, em pronunciamento com plágio de Joseph Goebbels - Reprodução
Roberto Alvim, em pronunciamento com plágio de Joseph Goebbels Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

17/01/2020 16h14

A Secretaria Especial de Cultura retirou de todas suas redes sociais o vídeo em que o ex-secretário da pasta, Roberto Alvim, cita partes de um discurso feito por Joseph Goebbels, um importante líder nazista.

Em um post no Twitter, a Secretaria explicou que a decisão de retirar o vídeo do ar foi tomada "em respeito a todos os cidadãos que se sentiram ofendidos" pelo vídeo que foi publicado ontem à noite.

O vídeo, no qual Alvim divulgava um prêmio cultural, foi publicado nas redes sociais ontem à noite e gerou uma revolta imediata nas redes sociais.

Na manhã de hoje, diversos políticos como o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, e do Senado, Davi Alcolumbre, manifestaram revolta ao discurso que dizia que "a arte brasileira da próxima década será heroica e será nacional. Será dotada de grande capacidade de envolvimento emocional e será igualmente imperativa, posto que profundamente vinculada às aspirações urgentes de nosso povo, ou então não será nada".

Após a grande repercussão, a situação de Alvim dentro do governo Bolsonaro ficou insustentável e ele foi demitido ainda na manhã de hoje.

Antes de fazer esse discurso, Alvim já havia atacado a atriz brasileira Fernanda Montenegro.

Política