PUBLICIDADE
Topo

Carla Zambelli se casa em Brasília; cerimônia tem Moro, Weintraub e Regina

Do UOL

15/02/2020 08h00Atualizada em 16/02/2020 21h37

A deputada federal Carla Zambelli se casou na noite de ontem, em Brasília, com o coronel Aguinaldo de Oliveira, diretor da Força Nacional de Segurança. A cerimônia ocorreu em um templo maçônico e reuniu a primeira-dama, Michelle Bolsonaro, e alguns dos principais integrantes do governo: o ministro da Justiça, Sergio Moro, o da Educação, Abraham Weintraub, e a nova secretária especial da Cultura, Regina Duarte.

Na manhã de hoje, Zambelli publicou no Twitter um vídeo em que Moro, um dos padrinhos, faz um discurso em homenagem ao casal.

O ministro da Justiça fez piada com a maçonaria, elogiou a atuação política de Zambelli e disse que a parlamentar "mereceria uma medalha" por "se manifestar pelo país".

"Sendo um casamento maçom, eu não sabia se podia falar porque é tudo segredo. Eu não sei se posso dizer que sou testemunha ou que não sou testemunha do casamento", disse Moro, arrancando risadas dos noivos. "Quero fazer uma homenagem ao coronel, que é muito competente na Força Nacional. E [se referindo à noiva] não é todo mundo que sai na rua com coragem de se manifestar pelo país. Eu sinceramente não sei se teria essa coragem, mas é uma guerreira, mereceria uma medalha".

Moro concluiu o discurso fazendo votos aos noivos: "Desejo ao casal toda a felicidade do mundo, que sejam felizes para sempre, é o que a gente pode desejar".

Segundo relatou a Agência Estado, a noiva caminhou até o altar ao som do tango "Por Una Cabeza", de Carlos Gardel, música tema do filme "Perfume de Mulher", de 1992.

A cerimônia

Além de Moro, que assistiu à cerimônia de casamento do altar ao lado da mulher, Rosângela, Weintraub e a mulher Daniela também foram padrinhos de Carla e Aginaldo.

Regina Duarte compareceu acompanhada do Nabhan Garcia, secretário de Assuntos Fundiários do governo.

Michelle Bolsonaro chegou sozinha ao templo, depois que todos os convidados já estavam sentados, e se dirigiu ao lugar reservado a ela nas primeiras fileiras. O presidente estava retornando de uma viagem ao Pará quando o casamento começou.

Deputados bolsonaristas que, ao lado de Carla Zambelli, trabalham pela criação do partido Aliança pelo Brasil, como Major Vitor Hugo (PSL-GO), Coronel Armando (PSL-SC) e Bia Kicis (PSL-DF), também marcaram presença.

Logo depois da entrada da noiva, houve um momento nacionalista. Os convidados mostraram sua destreza vocal e cantaram à capela (sem acompanhamento de instrumentos) o Hino Nacional para a entrada da bandeira do Brasil.

A atriz Antonia Fontenelle também estava entre os convidados.

Política