PUBLICIDADE
Topo

Política

Esse conteúdo é antigo

Conta do governo divulga texto sobre 'legitimidade' de manifestações

12.set.2019 - Manifestação a favor da prisão em segunda instância no Rio - Twitter/ Vem Pra Rua
12.set.2019 - Manifestação a favor da prisão em segunda instância no Rio Imagem: Twitter/ Vem Pra Rua

Eduardo Militão

Do UOL, em Brasília

11/03/2020 12h28Atualizada em 11/03/2020 13h27

A conta oficial da Secretaria de Comunicação (Secom) do Palácio do Planalto em uma rede social divulgou uma mensagem de apoio às manifestações do próximo domingo (15). A secretaria reproduziu discurso do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmando que os protestos serão "a favor do Brasil".

O Planalto fala em "legitimidade" dos eventos, apesar de várias mensagens e convocações feitas por WhatsApp entre apoiadores do governo conterem pedidos de fechamento do Congresso e do Supremo Tribunal Federal (STF). A Secom negou essa característica dos movimentos.

"As manifestações do dia 15 de março não são contra o Congresso, nem contra o Judiciário. São a favor do Brasil", diz o discurso de Bolsonaro reproduzido pela conta da Secom no Twitter na noite deontem.

Uma nota do Planalto acima de uma imagem com a fotos de pessoas de verde e amarelo destaca a "legitimidade" do evento, uma avaliação do presidente. "Em seu discurso, ele destacou a legitimidade das manifestações populares previstas para o dia 15 de março em todo o Brasil", diz o texto da Secom.

Apesar da mensagem anti-Congresso e anti-Judiciário circularem grupos de celulares, não houve nenhuma mensagem do presidente da República ou da Secom condenando essas incitações.

Política