PUBLICIDADE
Topo

Cidades brasileiras registram novos panelaços contra o governo Bolsonaro

Do UOL, em São Paulo

18/03/2020 19h43Atualizada em 18/03/2020 21h37

Ao menos três novas séries de "panelaços" foram registradas em cidades brasileiras na noite de hoje, todas em protesto contra o governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

A primeira leva começou por volta das 19h, quando teve início a entrevista coletiva no Palácio Planalto da qual participaram Bolsonaro, o presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Dias Toffoli, e outras autoridades.

Nas redes sociais, foram registrados vídeos de panelaço e de gritos de "fora, Bolsonaro" e "fora, fascista" em São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Brasília e Fortaleza, entre outras cidades. No momento, as autoridades anunciavam a criação de um comitê nacional para enfrentar o coronavírus no Brasil.

Em São Paulo, houve ainda registros de fogos de artifício, "buzinaço" de motoristas, acender e apagar de luzes e projeções de imagens e frases contra o presidente em prédios. Entre os bairros com manifestações contra o governo estão Bela Vista, Perdizes, Pompéia, Butantã, Morumbi, Vila Sônia, Paraíso, Vila Mascote e Tatuapé.

Uma nova leva de panelaços começou às 20h, nas mesmas cidades. Depois, às 20h30, começou a terceira série de manifestações, essa convocada desde ontem via mensagens de redes sociais.

Durante as manifestações, alguns bairros tiveram troca de ofensas entre moradores, se intercalando entre apoio e oposição ao governo.

Os protestos já haviam acontecido na noite de ontem e na tarde de hoje, também durante pronunciamento do presidente.

Também hoje, às 21h, foram registradas manifestações pró-Bolsonaro em São Paulo, Rio e outras cidades, mas mais tímidas do que os protestos contra o governo. O panelaço favorável a Bolsonaro foi divulgado pelo próprio presidente em suas redes sociais e durante entrevista coletiva desta tarde.

Veja abaixo vídeos publicados nas redes sociais de manifestações contra o governo:

Coronavírus