PUBLICIDADE
Topo

Coronel Tadeu: Se era reunião para lavar roupa suja, objetivo foi atingido

Do UOL, em São Paulo

22/05/2020 20h34

Ao comentar a reunião ministerial do dia 22 de abril, que teve o sigilo retirado pelo ministro Celso de Mello, do STF, o deputado federal Coronel Tadeu (PSL-SP) afirmou: "Qual era o objetivo dessa reunião? Será que não era uma reunião de lavar roupa suja ou era uma reunião focada para a pandemia? Porque é uma coisa que a gente precisa saber, realmente, e eu não consegui descobrir. Porque se era uma reunião para lavar roupa suja, o objetivo estava sendo atingido" (ouça no arquivo acima, a partir de 25:39).

Em entrevista ao podcast Baixo Clero, o deputado reforçou que a reunião era interna e, dificilmente, os integrantes diriam tudo aquilo em público. "A gente sabe muito bem que às vezes você está ali conversando entre quatro paredes e às vezes desabafa. Eu não posso considerar isso como um pronunciamento público, apesar de já ser público", afirmou (arquivo acima, a partir de 21:12). Ele disse se tratar de quebra de privacidade, algo que nunca foi feito em uma reunião de outros presidentes.

"Quem já não xingou um amigo, um parente. 'Pô, esse cara tá me sacaneando?'", disse o deputado (a partir de 23:30).

A declaração foi feita em uma edição especial de Baixo Clero, o podcast de política do UOL, que nesta sexta-feira repercutiu os impactos da divulgação do vídeo da reunião ministerial. Além do Coronel Tadeu, participaram da conversa o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), líder da oposição, Daniel Sarmento, professor de Direito Constitucional da UERJ, e Rodrigo Prando, sociólogo e professor do Mackenzie. A apresentação foi de Maria Carolina Trevisan e Diogo Schelp, colunistas do UOL e do Baixo Clero.

Baixo Clero está disponível no Spotify, na Apple Podcasts, no Google Podcasts, no Castbox, no Deezer e em outros distribuidores. Você também pode ouvir o programa no YouTube. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

Política