PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
8 meses

Bolsonaro posta foto com filha e rebate crítica: "Já tomou Caracu hoje?"

Bolsonaro posta foto com filha e rebate crítica: "Já tomou Caracu hoje?" - Reprodução
Bolsonaro posta foto com filha e rebate crítica: "Já tomou Caracu hoje?" Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

26/07/2020 09h42

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) respondeu de forma inusitada uma crítica feita por um seguidor nas redes sociais. A interação aconteceu após o presidente publicar uma foto do café da manhã ao lado da filha, Laura.

Na postagem, um homem comentou: "café da manhã com cloroquina! #Bolsonaro2022". Bolsonaro, então, respondeu: "alguém já te mandou tomar uma Caracu hoje?".

No dia 7 de julho, Bolsonaro anunciou que o exame feito para detecção do coronavírus deu positivo. Ele, então, fez outros dois testes que tiveram o mesmo resultado. Ontem, o presidente informou nas redes sociais que fez um quarto exame e, desta vez, o resultado foi negativo.

Ele fez o anúncio com uma foto em que aparece segurando uma caixa do remédio hidroxicloroquina nas mãos. Defendidas por Bolsonaro, a cloroquina e a hidroxicloroquina são medicamentos que, segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), não têm ação comprovada no combate à covid-19.

Há cerca de duas semanas, o diretor de emergências da OMS, Michael Ryan, disse que a organização não indica o uso da cloroquina em pacientes de coronavírus porque "não conseguimos demonstrar um benefício claro a eles".

Bolsonaro, no entanto, tem exibido o medicamento a apoiadores e, desde que recebeu o primeiro teste positivo para a doença, tem dito que fez uso dele em seu tratamento. Na quinta-feira (23), o presidente foi visto exibindo uma caixa de cloroquina para as emas que vivem no Palácio da Alvorada.

Passeio de moto e visita

Ontem, depois de anunciar o resultado negativo, Bolsonaro passeou de moto por Brasília. Ele saiu do Palácio do Alvorada acompanhado de um comboio de seguranças. O presidente foi até uma concessionária, depois parou para abastecer a moto em um posto de combustíveis, e seguiu até a casa da deputada federal Bia Kicis (PSL-DF).

Política