PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
6 meses

Senador Arolde de Oliveira é internado com covid-19: "Estamos em oração"

Arolde de Oliveira (PSD - RJ)  - Michel Jesus/Câmara dos Deputados
Arolde de Oliveira (PSD - RJ) Imagem: Michel Jesus/Câmara dos Deputados

Do UOL, em São Paulo

04/10/2020 22h05

O senador Arolde de Oliveira (PSD-RJ) , de 83 anos, está internado com covid-19. A informação foi confirmada pela própria assessoria do político, em mensagem publicada nas redes sociais.

"Estamos em oração pela plena recuperação do Senador Arolde de Oliveira. Deus no controle!", escreveu a assessoria. Em seguida, o perfil reproduziu trecho de um versículo da Bíblia, que diz: "A oração do justo pode muito em seus efeitos".

Arolde de Oliveira está no chamado grupo de risco para agravamento da covid-19 e requer cuidados extras. Ainda não há informação sobre o estado de saúde do senador.

Em nota, a família pede orações e diz que, em breve, "estaremos celebrando a vitória e a vida do nosso senador Arolde de Oliveira".

"Hoje, pedimos a você, nosso irmão em Cristo, que ore pelo senador Arolde de Oliveira. Ele está com covid-19, encontra-se internado, mas experimentando o cuidado do Senhor. Cremos pela fé que esta batalha já foi vencida e que em breve estaremos celebrando a vitória e a vida do nosso senador Arolde de Oliveira. Nosso Deus está no controle."

Deputado federal por nove mandatos consecutivos, Arolde de Oliveira foi eleito senador com 17% dos votos válidos e bateu nomes tradicionais no Estado do Rio, como César Maia (DEM) e Lindbergh Farias (PT).

Arolde disputou as eleições 2018 na chapa do candidato a governador Índio da Costa (PSD), mas teve na família Bolsonaro o principal apoio para chegar ao Senado.

Evangélico e fundador de um grupo de comunicação especializado em música gospel, Arolde nasceu no município de São Luiz Gonzaga, no Rio Grande do Sul. Foi integrante da Academia Militar das Agulhas Negras (Aman), no Rio de Janeiro, e se formou engenheiro pelo Instituto Militar de Engenharia (IME).

Entre as principais pautas defendidas pelo senador eleito durante a campanha estiveram a flexibilização do Estatuto do Desarmamento, a redução da maioridade penal, redução do número de parlamentares, a Escola Sem Partido e posições contrárias a legalização do aborto e das drogas.

Política