PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
3 meses

'Deslumbramento infantil', diz ex-ministro após Eduardo Bolsonaro x China

General Carlos Alberto Santos Cruz foi ministro da Secretaria de Governo de Jair Bolsonaro no começo de 2019 - Pedro Ladeira/Folhapress
General Carlos Alberto Santos Cruz foi ministro da Secretaria de Governo de Jair Bolsonaro no começo de 2019 Imagem: Pedro Ladeira/Folhapress

Do UOL, em São Paulo*

28/11/2020 15h11

O general Carlos Alberto dos Santos Cruz, ex-ministro da Secretaria de Governo de Jair Bolsonaro, disse hoje no Twitter que a ignorância e o deslumbramento infantil colocam em risco os interesses do Brasil em relação ao 5G.

A declaração ocorre após uma semana marcada pela polêmica iniciada pelo deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP). O filho do presidente escreveu um post no Twitter na segunda-feira à noite (23) com ataques à China em relação à concorrência pela tecnologia, recebendo no dia seguinte uma forte resposta da embaixada do país em Brasília.

"5G - Despreparo, deslumbramento infantil, ignorância e extremismo colocam em risco os interesses do Brasil, a economia, a segurança e a estabilidade. Tem que ver o que é melhor tecnicamente para o Brasil e sua população e não entrar em disputas alheias", escreveu Santos Cruz.

Eduardo Bolsonaro fez a postagem no Twitter na segunda-feira à noite. Na publicação, comemorava a suposta adesão do Brasil à iniciativa Redes Limpas —na verdade o governo brasileiro não aderiu oficialmente, apenas manifestou apoio— e disse que o Brasil se aliaria aos Estados Unidos para criar uma rede 5G "sem espionagem da China". No dia seguinte apagou a postagem.

Depois de manifestar seu desagrado ao Itamaraty, a embaixada da China em Brasília publicou nas redes sociais uma carta e uma sequência de 17 publicações em resposta a Eduardo em que classifica a postagem do filho do presidente Jair Bolsonaro como "inaceitável" e lembrava que outras autoridades brasileiras têm produzido declarações "infames" contra o país. A carta finalizava ainda que essas posições poderiam ter "consequências negativas" para a relação entre as duas nações.

Crítico recorrente do governo

O general Santos Cruz tem se manifestado de forma crítica ao governo Bolsonaro. Recentemente, o ex-ministro disse que estava "cansado de show" em resposta à fala do presidente de que o Brasil parecia um "país de maricas" no combate à pandemia do novo coronavírus.

Já em entrevista ao site O Antagonista, o ex-ministro da Secretaria da Presidência falou em "pessoal limitado, que coloca tudo em termos de direita e esquerda" ao se referir a aliados do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Com informações da Reuters.

Política