PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Vítima de complicações, Maguito perdeu 2 irmãs para a covid-19 em 9 dias

Do UOL, em São Paulo

13/01/2021 08h42Atualizada em 13/01/2021 12h41

Morto após um longo período de internação em decorrência de complicações da covid-19, o prefeito eleito de Goiânia, Maguito Vilela (MDB), já havia perdido duas irmãs para a doença em um intervalo de nove dias no ano passado.

Em 19 de agosto, morreu Nelma Vilela Veloso, 76. Ela é mãe do ex-deputado federal Leandro Vilela e tinha diabetes e problemas pulmonares, comorbidades que agravaram o quadro de covid-19.

No dia 28 do mesmo mês, a irmã mais velha do prefeito eleito, Nelita Vilela, 85, também morreu após contrair o coronavírus. Ela chegou a ser internada na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital das Clínicas de Jataí, cidade natal da família, mas não resistiu.

À época da morte das irmãs, Maguito disse, por meio de suas redes sociais, se solidarizar com todas as famílias que perderam entes queridos durante a pandemia.

"Consternados, Maguito e família agradecem todas as orações e mensagens de apoio recebidas em razão deste momento triste e também se solidarizam com todas as famílias que perderam seus entes queridos nesta pandemia", dizia uma publicação em seu Facebook.

Desde o início da pandemia, o político se manifestou favorável ao distanciamento social e ao uso de máscara e dizia reconhecer a dificuldade no enfrentamento à doença.

Faleceu na madrugada desta sexta-feira, 28 de agosto, em Jataí (GO), a irmã mais velha do ex-governador Maguito Vilela...

Publicado por Maguito Vilela em Sexta-feira, 28 de agosto de 2020

Maguito estava internado desde outubro

Maguito Vilela morreu na madrugada de hoje, aos 71 anos. A informação sobre a morte foi confirmada na página oficial do político em uma rede social. Ele estava licenciado desde a posse, no dia 1º de janeiro, e quem está no comando da capital goiana é o vice-prefeito eleito, Rogério Cruz (Republicanos).

Maguito estava internado no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, desde o dia 27 de outubro para tratamento da covid-19. Segundo sua assessoria, ele lutava contra uma infecção pulmonar diagnosticada na semana passada. De acordo com o hospital, o emedebista morreu às 4h10.

"A família está providenciando o traslado do corpo de São Paulo para Goiás e ele deve ser sepultado em Jataí, sua terra natal. Assim que tivermos mais informações repassaremos", informou a nota.

Carreira política

Maguito Vilela teve uma longa trajetória na política goiana. Em 45 anos de vida pública, mudou de partido apenas na transição para a democracia, quando trocou a Arena pelo MDB. Além de prefeito eleito, foi vereador, deputado estadual e federal e vice-governador.

Ele também ocupou a cadeira de governador de Goiás entre 1995 e 1998 e logo depois foi eleito para o senado federal, de 1999 a 2007.

Antes de ser eleito em Goiânia, Maguito foi prefeito de Aparecida de Goiânia, na região Metropolitana da capital, entre 2009 e 2016.

Coronavírus