PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
15 dias

Veja na íntegra o que foi dito na live de Bolsonaro hoje

Do UOL, em São Paulo

22/04/2021 23h35

Brasília, 22 de abril, 19h. Aqui à minha esquerda o Lucas, intérprete de libras, Marcos Pontes, que daqui a pouco vai ser substituído pelo Ricardo Salles, do meio ambiente, e também aqui nosso ministro do turismo. Uma notícia bastante rápida, depois a gente entra numa conversa interessante, curta, com Marcos Pontes, e depois a matéria do dia, a questão do clima. Bem, liberamos mais R$ 2,6 bi para o enfrentamento da covid, basicamente são mais 8 mil leitos de UTI pelo Brasil.

Uma notícia da imprensa, mas é verdadeira, tem que falar porque geralmente é fake news: 'Verba federal ajudou a pagar décimo terceiro nos estados e também a folha de pagamento'. Então a verba federal, para combater a covid, que mandamos especificamente R$ 60 bilhões para estados e municípios e 10 bi foi então para o combate da covid em si. O resto, R$ 50 bilhões, foi usado para outras infinidades por parte de estados e municípios.

PCdoB e PSOL entraram com ação no STF para propor lockdown. Eu já falei que o nosso exército não vai pra rua para manter o povo dentro de casa, está decidido. Então, PT, PCdoB, PSOL estão perdendo tempo aí, e tudo judicializa. E tenho certeza que o Supremo não vai interferir nessa questão. Nós já perdemos muito com lockdown no Brasil. Sempre fui contra o lockdown, fui favorável ao isolamento vertical, fizeram o horizontal e a desgraça está aí.

Tá aqui, matéria do Estado de S. Paulo, olha a mídia, que tanto me criticava, né? 'A renda da classe média cai de 20% a 50% na pandemia'. Então tem gente que perdeu metade, outros que perderam 20%. Vamos falar dos piores também.

Atrás de renda, procurando renda, e sem home office, pobres morrem mais. Tá na cara que o pobre ia sofrer mais com política do fique em casa, a economia a gente vê depois. Não estou feliz com isso, quisera eu que fosse diferente, mas o Supremo Tribunal Federal determinou que estados e municípios poderiam ficar a vontade para tomar todas medidas para combater o vírus. E o objetivo lá atrás era o confinamento, o lockdown, medidas restritivas para achatar a curva, né, isso em um mês, dois meses no máximo seria achatada. Passou-se um ano e continuam fazendo lockdown como se isso fosse remédio para combater o vírus. E na verdade está empobrecendo cada vez mais nossa população.

Amanhã estaremos em Manaus, pousaremos às dez da manhã no aeroporto de Manaus e às 15h estaremos em Belém do Pará. Brevemente iremos até a barragem de Oiticica, próximo a Jucurutu, no RN, vamos lá concluir obras da transposição do São Francisco. Alguns criticam né, que a transposição já estava feita. Não, não estava feito, faltava muita coisa, estamos concluindo obras como na questão da infraestrutura fazemos a mesma coisa.

Uma notícia de ontem que deu muita dor de cabeça para mim. Que no dia de ontem a camex reduziu as tarifas de exportação de skates e instrumentos musicais de corda. Por que o skate, que passou de 20% para 2%? Porque a partir desse ano passa a ser um esporte olímpico o skate, não há como a gente, no meu entender, diminuir esse imposto, até porque essa tarifa, imposto de fora, você pode diminuir e não precisa apresentar uma contrapartida, diferentemente por exemplo do diesel, quando tiramos 35 centavos por dois meses no preço do litro do diesel, tivemos que buscar então esse recurso que nós perdemos, em outro lugar. e também havia muita garotada, acho que é garotada, nas mídias sociais, falavam muito que estava muito caro os instrumentos musicais de corda, os importados, passamos de 18% para 5% esse imposto de importação.

Agora o pessoal fala né, crítica... eu desconheço, pode ser que tenha acontecido, que governos anteriores tenham diminuído a carga tributária e reduzido impostos. Eu vou lembrar só alguns aqui do nosso governo, em 2019 reduzimos as tarifas de importação, 17 produtos e medicamentos para tratamento de câncer e também HIV, diminuído em 2019 também, de 50% para 40%, os impostos sobre eletrônicos e video games. Desoneração da folha de pagamento, 2020, para contratação de jovens na faixa etária de 18 a 29 anos. 2020, zerada a alíquota de IPI de artigos e laboratórios e farmácias, para questão da pandemia. Também zeramos a importação de cilindros de oxigênio, também IOF zerado por um tempo no tocante a energia elétrica. Em julho, zeramos medicamentos para atrofia muscular espinhal, a AME. Também zeramos a importação de equipamentos para energia solar. Estou falando alguns produtos aqui, deixar bem claro aqui.

Em setembro, com aumento do preço do arroz, nós zeramos os impostos de importação de arroz, bem como zeramos centenas de equipamentos médicos. Agora, fevereiro de 21, a importação de 25 produtos produzidos no Mercosul. O diesel já falei, vale por dois meses os impostos federais no óleo diesel, e o gás de cozinha geramos em definitivo. Então hoje o preço do gás de cozinha não tem mais imposto federal. Então o que está no preço do gás de cozinha? O preço quando é engarrafado, o transporte, a revenda, e tem impostos estaduais. parar aqui?

Marcão, vamos lá Marcão? Como é que está nossa vacina brasileira, essa é 100% brasileira, não é aquele Mandrake de São Paulo não, né? Que tinha os EUA no meio? Essa é 100% brasileira. Como ela está, qual o nome dela?

Marcos

Essa é a Versamune MCTI, desenvolvida em Ribeirão Preto, completamente nacional, com tecnologia nacional. Ela já deu entrada na Anvisa com teste clínicos para pacientes, serão 360 pacientes, para essa primeira fase, 1 e 2, onde se testa a segurança da vacina, e logo depois a fase três para testar a eficiência da vacina e nossa ideia é de que até o final do ano tenhamos uma abertura dos testes, como foi feito com Coronavac, por exemplo, e nós possamos ter essa vacina entrando no mercado neste ano.

Bolsonaro

A gente está sancionando o orçamento hoje, que é o último dia. Você acha que vão cortar alguma coisa do seu ministério ou não?

Marcos

Esse é o nosso desafio aqui é justamente o orçamento. O que custa aí? Esse custo é um investimento muito bom para o país, são 30 mi para essa fase 1 e 2, pro ensaio clínico com 360 pacientes, e depois são mais 310 mi para fase 3, que são 25 mil pacientes. Tenho esperança agora que isso entre no orçamento, lembrar que temos o FNDCT que foi promulgado e esse orçamento precisa efetivamente entrar para que possamos usar não só nesse projeto mas em outros, como remédios nacionais.

Bolsonaro

A peça orçamentária para os 23 ministérios é bastante pequena e é reduzida ano após ano. Tivemos um problema no orçamento no corrente ano, então tem um corte previsto bastante grande no meu entender para o tamanho o orçamento para todos os mistérios, todo mundo vai pagar um pouco a conta disso aí. Realmente não é que eu herdei não, o Brasil vem de dívidas de anos, estamos com uma dívida em torno de 5 trilhões de reais, isso pesa. Quando demos o auxílio emergencial, alguns falavam né: ah, continue com 600 até acabar a pandemia. Eu gostaria, mas por mês no ano passado representava um endividamento para União de quase 50 bi de reais.

Marcão, tem um medicamento nacional. O que é nitazoxanida?

Marcos

Nitazoxanida é um medicamento de reposição que começamos a testar em fevereiro do ano passado, passou por todas as fases, incluindo testes clínicos com pacientes, de forma randômica, duplo cego. Foi publicado em artigo internacional com comprovação científica e na época ficou muita conversa se é comprovação científica, se não é, um artigo internacional com uma revista científica, mas hoje?

Bolsonaro

É impressionante como só se fala em vacina, né? Mas também, uma compra bilionária, no mundo todo, então ? só a vacina. Ninguém é contra a vacina. o Brasil tirando os países que produzem vacinas, o Brasil é primeiro no mundo em valores absolutos que mais aplica, mas foi um trabalho muito grande do Marcos Pontes. Isso aqui é Anitta, por acaso? Espero que o ffcebook não derrube aqui minha live por estar falando disso, porque é algo comprovado cientificamente.

Marcos

Isso é comprovado cientificamente, agora tem a comprovação feita também nos EUA e na argentina. além disso, temos um remédio nacional desenvolvido especificamente para covid, ele usa nucleotídeos, nucleosídeos, e esse remédio vai entrar também em testes clínicos muito em breve com pedido na Anvisa

Bolsonaro

Pode ver, cuidado com a palavra, não pode falar certa palavra para não cair a live. O que é outubro rosa? É um câncer de mama que as mulheres se submetem ao exame para ver se tem algum problema e vai para o tratamento imediatamente. O que é o novembro azul?

Marcos

O câncer de próstata.

Bolsonaro

Lógico, uma vez descoberto o câncer de próstata vai para o tratamento, o tratamento rápido. Agora, porque no caso do covid tem que ir pra casa, ficar com protocolo Mandetta até sentir falta de ar e ir para hospital. Vai para hospital fazer o quê? Ser intubado. É um crime o que fazem no Brasil, uma patifaria o que fazem no Brasil no tocante a covid. Parece que, parece não, o que interessa é morrer gente. Pode ver, já falei um tempo atrás aqui, lá atrás, na guerra do pacífico.

Marcos

Da água de coco.

Bolsonaro

Pô, o cara chegava sem sangue, ferido, não tinha quem fazer a transfusão para ele, negada metia água de coco na veio do soldado e deu certo para muita gente. tinha comprovação científica? Não. Por que nesse caso não se pode falar em remédio, meu deus do céu. ano passado falei em remédio, fui massacrado Tem alguma coisa, não vou falar para não cair a live, eu tomei um negócio no ano passado, se eu tiver problema de novo eu vou tomar a mesma coisa, a mesma coisa, não faz mal. E aquilo que eu tomei serve para malária, lúpus e artrite, se não me engano. Inclusive, dado ao consumo disso no ano passado, tivemos que recompor o estoque regulador, o exército fabricou um pouco mais disso daí. Daí vem a imprensa, Ah, fez em excesso. Não tem excesso. Consumimos na ordem, não tenho certeza, 3 mi de comprimidos por ano. Então não tem problema no tocante a isso. E o pessoal consumiu muito isso, como também consumiu outro negócio que não pode falar o nome aqui né. para muita gente deu certo. para mim deu certo. Então esse remédio aqui?

Marcos

Mas quero ressaltar que esse caso, a gente tem as vacinas. Vacinas são extremamente importante, importante vacinar o país todo. mas mesmo com a vacina algumas pessoas vão ser contaminadas, infectadas com o vírus, e elas precisam de tratamento, por isso o desenvolvimento de um remédio, específico pro covid, como tem sido feito aqui, testado, com todo rigor científico, é importante. Nitazoxanida também foi testado no Brasil com todo rigor científico e agora outros países estão comprovando. Então é importante ter os dois lados, sem dúvida nenhuma, salvar vidas

Bolsonaro

Tem outro remédio aqui, não vou falar nome para evitar problemas e que ele seja criminalizado também, como o nome daquela sessão do Ministério da Saúde, Conep? O Conep já deu parecer ou não? Mas está na iminência de dar o sinal verde para se começar os testes no Brasil. E vai dar entrada na Anvisa. E vai começar a ser usado no Brasil, a diferença né, pode ser usado para quem está em estado grave. Então, no mundo, tem tecnologia para isso. Agora, a covardia por parte da grande mídia, do Facebook, da esquerda nacional que entra até na justiça contra esses medicamentos é uma coisa inacreditável. Parece que o que interessa é o número de mortos para tentar botar a culpa em quem? Advinha em quem? Não vou falar em quem.

Marcos

Quero ressaltar também que a gente tem no ministério testes com soro de cavalo, testes clínicos, desenvolvimento de monoclonais, ou seja, desenvolvimento científico para ajudar os médicos nesse sentido e novamente a vacina nacional com tecnologia nacional, diferente de tecnologia importante ou licenciada. Isso vai gerar empregos no país, vai gerar capacidade do pa ? se desenvolver, economia para gente, para as vacinações para os outros anos, provável a gente precisar ter vacinações anuais disso. Também gera a capacidade de mudar rapidamente se precisar para se adaptar a mutações do vírus. E como falei, no começo nossa dependência é com relação ao orçamento, então por isso essa briga de trazer (inaudível)

Bolsonaro

Vamos tentar te ajudar, Marcão. è que o Paulo Guedes é meio duro na queda, mas vou tentar. vai lançar o que Marcos Pontes?

Marcos

Amanhã vai acontecer o lançamento da SpaceX, dragon, levando a segunda tripulação para estação espacial eu vou estar falando a partir do ministério, descrevendo esse voo, falando do nosso programa espacial também e da divulgação da ciência, amanhã a partir das 6h estaremos falando no youtube do ministério.

Bolsonaro

Última coisa aqui, o que você tem para falar sobre grafeno e nióbio no Brasil?

Marcos

Grafeno, nióbio e terras raras, esses são setores que estamos desenvolvendo, baterias utilizando grafeno, baterias de sódio também, desenvolvimento de nossa parte, e temos um laboratório o Granioter, em Minas gerais, esse laboratório tenta ser inaugurado, assim que o senhor puder fazer a inauguração, que trata de grafeno, nióbio e terras raras, isso é importantíssimo para o Brasil, para vários produtos, e para o crescimento dessa cadeia produtiva do país também.

Bolsonaro

Você acredita nesse nióbio grafeno?

Marcos

Já fui atrás dessa tecnologia, estamos trazendo isso para o Brasil, temos o que acontece na bateria de grafeno é uma camada de grafeno que protege a diferença entre o catodo e o anodo que evita a criação de dendritos entre um e outros e reduz a vida.

Bolsonaro

Entendeu aí? Repete aí pra gente?

Marcos

Entre o catodo e o anodo, a bateria começa a aparecer dendritos que reduzem a eficiência da bateria à medida que vais sendo carregada e descarregada, então o grafeno evita isso, essa camada fininha..

Bolsonaro

Vamos lá, Marcão. Essa bateria pode ser carregada em pouquíssimo tempo?

Marcos

Pouquíssimo tempo, o fato de ligas de nióbio também facilitam a condução dessa energia, dessa corrente elétrica, ela pode ser carregada rapidamente, descarregar lentamente, o que interessa, é ter muitos ciclos, muito acima do normal de bateria

Bolsonaro

Vamos lá. Nós temos no Brasil, só o Brasil tem pelo que se sabe até o momento, o nióbio, né. O grafite também tem abundância no Brasil. Então seria mais ou menos o seguinte: um carro com essa super bateria no futuro, você pararia num posto, num restaurante, enquanto você fosse tomar um café e voltasse

Marcos

Não sei se tão rápido assim, mas ele vai carregar rápido

Bolsonaro

Alguns poucos minutos. Vamos, por que que se pode carregar rápido essa bateria de nióbio-grafeno?

Marcos

Porque ela consegue admitir a entrada, vamos dizer, da energia, sem superaquecimento

Bolsonaro

Muito bom, Marcão, tá aprendendo.

Marcos

Hoje é o dia de aviação de caça, também

Bolsonaro

Hoje é o dia da aviação. Inclusive hoje eu estava no cercadinho pela manhã e tinha uma senhora falando que hoje é o dia da caça. Eu não tava entendendo né, eu fiquei traumatizado que durante a campanha tem a questão dos Cacs, né, o calçado, atirador e colecionador, e eu falei da caça ao javali. O pessoal da oposição tirou a palavra javali e me botou como uma pessoa que estivesse apoiando a cala no Brasil, apanhei muito. E eu tava hoje com a cabeça na cabeça, falei, não, não fala em caça não, é atirador e colecionador. A terceira vez que fui entender que a senhora estava falando do dia da caça. Grande caçador Marcão. Continua caçando?

Marcos

Tá difícil

Bolsonaro

Caçando borboleta só?

Marcos

Borboleta não

Bolsonaro

Borboleta pega mal

Marcos

Hahaha, mas continuo ali, no estilo

Bolsonaro

Bem, o pessoal do 'Pingo nos Is', Augusto Nunes e equipe, Marcão vai nos deixar um pouquinho, vai chegar o Ricardo Salles, fique a vontade para fazer perguntas para o marcos ou para o Ricardo Salles, que vá substituir o Marcão a partir de agora. obrigado, Marcão.

Uma notícia bastante rápida porque, por vezes, o governador acaba pegando obra que é nossa, obra é do dinheiro do povo brasileiro, de todos nós, as para a gente mostrar e demonstrar o trabalho que o Tarcísio faz pelo Brasil, um trabalho excepcional que ele faz, estaremos brevemente aqui, ao longo da BR, Ceará, essa BR liga, passa pelo município de Chorozinho, estaremos lá inaugurando um trecho de uma obra também feita pelo ministério da infraestrutura, tá certo?

Eu tava vendo aqui, vou pegar você. O Marcão é cabeça, né? A gente vê a imprensa na televisão mostrando a devastação na Amazônia. Daí apareceu um pedaço, uma pequena clareira. Eu vou chutar que equivalia a meio campo de futebol. Seria, mais ou menos, uma área desse tamanho seria mais ou menos um ponto na região amazônica

Ricardo

Aquilo lá menos que um ponto

Bolsonaro

Quero fazer uma pergunta para você aqui. Você está vendo aqui o raio da terra e o monte Everest. O rio da terra é da ordem de 6300 km, o raio, o monte Evereste quase 9 mil km, então imaginando um globo de raio, um metro, o monte Evereste teria um pouquinho mais de um milímetro. Isso mesmo?

Vamos lá, eu fiz um discurso hoje, mas em grande parte você me ajudou a fazer esse pronunciamento, você mais alguns ministros. Aquelas metas que anunciamos podem ser atingidas?

Ricardo

Podem sim, presidente, mas é importantíssimo que a gente faça aquilo que o senhor tem dito sempre, receba ajuda, porque nessa discussão climática o Brasil não tem contribuição histórica. Enquanto os países ricos estavam com suas indústrias locomotiva emitindo combustível fóssil, aqui no Brasil era um país agrícola, não tinha emissão nenhuma. então se estamos indo ajudar a resolver um problema que foi eles que criaram, eles também tem nos ajudar com o problema dos 23 milhões de brasileiros que foram deixados para trás na Amazônia.

Bolsonaro

Você sabe os números melhor do que eu. da quantidade de gases que é lançada no espaço todos os dias. A China é responsável mais ou menos 30%?

Ricardo

30%.

Bolsonaro

E EUA, 15%?

Ricardo

15%, Europa 14%, Índia 7%, Rússia 5%. Brasil 3%

Bolsonaro

Então estamos lá embaixo, lá embaixo. Lógico que a gente quer diminuir isso daí, mas não justifica essa crítica absurda contra o Brasil. Tá na cara que no fundo acho que uma questão econômica está em jogo

Ricardo

Além da questão econômica, esse aspecto climático inclusive, presidente, os países ricos que emitem combustível fóssil e eles têm muito mais responsabilidade, como o senhor disse, dá mais de 66%, o Brasil só 3%. Estamos sendo cobrados, ok, é correto que se cobre a questão do desmatamento ilegal é metade dos nosso 3%, metade. Então é justo que eles nos ajudem com nosso 1,5% do desmatamento ilegal uma vez que estamos ajudando com os 66% deles que é na sua maioria combustível fóssil que nós não emitimos, o senhor comentou no seu discurso, temos o etanol. O Brasil é um exemplo de sustentabilidade com etanol para o mundo.

Bolsonaro

Nos anos 70 para o final, quase a totalidade de nossa frota era abastecida com etanol. Programa pró-álcool, né? Lembro do carro da Copersucar do Emerson Fittipaldi, não é do seu tempo, né?. Você lembra, tem certeza?

Ricardo

Lembro, aquele branco, tinha 6 rodas

Bolsonaro

Uma coisa que vai ajudar muito a combater o desmatamento ilegal, no ano passado caducou uma MP, esse ano tem um projeto que deve ser votado nas próximas semanas, conforme conversado com o presidente da Câmara, Arthur Lira, que trata a regularização fundiária. Isso mesmo?

Ricardo

Fundamental o senhor saber quem é o proprietário daquela área, nome, CPF, RG, endereço, para poder responsabilizar. Ao mesmo tempo dar financiamento para a pessoa poder fazer as coisas direito

Bolsonaro

Então o satélite plotou uma queimada pode a fiscalização ir lá e ver se a queimada é legal ou ilegal

Ricardo Salles

Ou o próprio uso da terra para agricultura e pecuária se está fazendo isso com autorização ou sem.

Ricardo Salles

Augusto, eu acho que tem muito potencial, por várias razões. Pessoal falou que ia ter grandes anúncios no evento de hoje, EUA anunciou por exemplo que vai reduzir suas emissões até 2025 em 27%. Quanto o Brasil vai reduzir? 37%. Ou seja, mais que os EUA. Nós dissemos na nossa NDC que vamos reduzir até 2030 43% de emissões, mas o presidente Bolsonaro declarou que em 2030 também é o fim do desmatamento ilegal. Como é o fim do desmatamento ilegal, metade das nossas emissões é do desmatamento ilegal. Então nós também temos o compromisso, em razão do desmatamento ilegal, de 50% até 2030, assim como os EUA. Nós pusemos 2050, o presidente determinou antecipar neutralidade carbônica, que é a gente emitir o mesmo que neutraliza, de 2060 para 2050, esse prazo de 2050 muitos países ricos não ousaram indicar, e o presidente Bolsonaro assumiu. Então tá claro que temos muita coisa para mostrar e até mais que alguns que disseram que iriam fazer muita coisa nesse encontro, o presidente Bolsonaro fez mais.

Bolsonaro

Salles, uma notícia aqui. Brasil desativa mais de 600 lixões em menos de um ano

Ricardo

Presidente, tem dez anos a política nacional de resíduos sólidos. Ninguém fez nada durante esse período. O senhor, em dois anos, lançou o programa lixão zero, apoiou municípios, fez logística reversa e como acabou de destacar reduzimos só neste último ano, 600 lixões foram fechados no Brasil inteiro.

Pergunta do Zé Maria do 'Pingo nos Is'.

Ricardo

No final do ano passado, quando ganhou o presidente Biden a eleição, o pessoal falou: acabou, o governo Bolsonaro está acabado, não vai ter nenhuma interlocução com EUA, vai ficar isolado. Ao contrário do que eles diziam nós tivemos ótima relação com EUA, reuniões semanais com o secretario Kerry e até agora apresentamos um plano de combate ao desmatamento ilegal de 12 meses, 1 bi de dólares que vai custar, presidente Biden você vai lembrar que prometeu, sugeriu 20 bi no decorrer da campanha. Estamos apresentando um plano de 1 bi, muito menos que 20, e quando viram que a gente ia bem nas conversas começaram, ONG, artista, tudo o que é gente contra o governo, e contra o Brasil, no final das contas, dizendo, não negocia com Bolsonaro, não faz acordo, corta isso daí. Quer dizer, no primeiro momento não tinha conversa. Quando viram que tinha conversa e ia sair acordo, ou pelo menos uma ajuda, queriam melar isso. Quer dizer, isso não é cuidar do meio ambiente, é oposição política.

Bolsonaro

Zé Maria, é uma turma que quer voltar ao poder, criticam tudo que se possa imaginar, não tem notícia boa para esses caras não. Só críticas. Quando se fala até em vacina. Se tira os países que produzem a vacina do zero, nós estamos atrás só destes países, estamos indo muito bem, o trabalho lá atrás começou com Pazuello e agora está dando continuidade com Queiroga, mas o tempo todo são críticas, nós já estamos praticamente quase mantendo a meta de um milhão de pessoas vacinadas por dia. Esperamos brevemente conseguir a tal imunidade de rebanho para voltarmos à normalidade, estamos na iminência de ser o exemplo para outros países que não tem fábrica de vacinas. Agora, o Marcos Pontes acabou de falar, podemos sim de acordo com orçamento ter a nossa vacina brasileira lá para novembro, dezembro, isso é uma coisa fantástica para nós, questão de orgulho. Mas o tempo todo é só crítica e acima de crítica. Como te falei agora a pouco, a gente reduziu impostos de instrumentos musicais e corda e skate é crítica em cima de crítica, e nós reduzimos mais de mil itens, produtos, desde quando assumimos nosso governo. Eu te pergunto: algum governo fez isso na vida? Nós zeramos o imposto sobre gás de cozinha. Está caro gás de cozinha? Está caro, sei que está caro, mas não tem mais imposto federal, grande parte do imposto ali é imposto estadual, vão para cima de governadores, entendo, qualquer um entende, que o gás de cozinha é um produto de primeira necessidade.

Ricardo

Aliás, enquanto o senhor abaixou imposto e ajudou as pessoas vários estados e municípios aumentaram impostos

Bolsonaro

Deixar claro, ICMS em São Paulo, praticamente todos produtos foram majorados, uma vergonha para quem propôs reajuste e para quem votou o aumento do ICMS em SP em plena pandemia.

Ricardo

Fiuza, metade das emissões brasileiras é relacionada ao desmatamento, que envolve legal e ilegal, então se a gente combate o desmatamento ilegal, com essa estratégia que o presidente vem determinando, de ir contra pessoas que fazem ilegalidade, não misturar no meio dos ilegais os legais que podem, não pode m ser justamente misturados nisso daí. Por outro lado, a outra metade das emissões brasileiras é ganho de eficiência, com energia renovável, melhores processos industriais, novos modais de transporte, o presidente tem falado sempre do incentivo as ferrovias que o Tarcísio ta fazendo, ou seja, você ter atividades que consomem menos combustíveis fósseis. Já somos um país de pouco consumo de combustível fóssil, porque temos etanol e energias renováveis, e vamos emitir menos ainda. Então de um lado combater o desmatamento ilegal e de outro melhorar as tecnologias e combustíveis renováveis.

Bolsonaro

É a última ou não? Tem mais duas? Depois vou fazer o último comentário do projeto de lei que trata de multa para empregador que contrate homens e mulheres pagando salário diferente.

Ricardo

Fiscalizar o ministério do meio ambiente quem fiscaliza é o meu chefe, o presidente Bolsonaro, nenhum país vai fiscalizar o ministério nação. Agora, a gente mostrar aquilo que vai ser feito que já está sendo feito, para nós é uma satisfação. É um acordo importante, o Brasil vai ajudar a resolver um problema criado pelos ricos, que é o das emissões de combustíveis fósseis, de gases do efeito estufa, problemas que eles criaram, e eles estão sendo chamados a nos ajudar a combater o problema do desmatamento ilegal;. Então essa é a conjuntura internacional exatamente o que a gente espera. Lembrando que o acordo de Paris quando foi assinado, havia uma promessa dos ricos para os países em desenvolvimento de 100 bi de dólares. E até hoje os países em desenvolvimento não viram a cor desse dinheiro. O Brasil também tinha recursos do protocolo de Kyoto, recebeu muito pouco, e agora a gente tem, presidente, 7,8 bi de toneladas de emissões evitadas de 2006 a 2017, desmatamento que não aconteceu, dá 133 bilhões de dólares, o Brasil recebeu 1 bi. Então uma parte desse entendimento é o seguinte: quem prometeu recursos, quem nos levou para acordos internacionais tem que colocar o dinheiro à disposição. A gente agradece aquela oferta do presidente Biden de 20 bi de dólares no ano passado e estamos apresentando um plano de 1 bi de dólares. Então, diante de todos esses créditos, 100 bi do acordo de Paris, 133 do artigo 5, do red, 20 bi que o presidente Biden gentilmente ofereceu, nós queremos 1 bi. Agora, se esse 1 bi não vier, vamos fazer tudo que a gente precisa fazer com nossos próprios recursos, aliás o presidente determinou que se dobrasse justamente o recurso para fiscalização ambiental.

Bolsonaro

É um projeto aqui, extremamente polêmico. Há poucas semanas o pessoal deve se lembrar, que eu vetei um projeto que visava dar internet grátis para todo mundo no Brasil. Bacana né? Agora, quanto custava o projeto? Alguns bilhões de reais. No projeto tava dizendo quem ia pagar essa conta? Não. Então de acordo com o artigo 85 da Constituição, eu tinha que vetar esse projeto, senão estaria em curso crime de responsabilidade. Não é maldade minha, o pessoal critica muitas vezes por desconhecer. Outros por conhecimento, mas como politicamente interessa bater o cara fala: olha, podia ter internet grátis para todo mundo. Qual país tem internet grátis para todo mundo? O Brasil acho que seria o primeiro. Agora, quanto custa isso? Quem vai pagar essa conta? Não tem dinheiro no orçamento. Ia sair de qual ministério? das comunicações, da ciência e tecnologia? Qual seu orçamento para esse ano Marcão? Mais ou menos...

Marcos

Discricionário? R$ 2,7 bilhões

Bolsonaro

R$ 2,7 bilhões. Custaria alguns bilhões, não sei quantos. Quer dizer, mais que todo orçamento do Marcos Pontes. então a gente veta e daí sou criticado. Agora um projeto aqui hoje em dia, como é a questão da CLT? Uma pessoa que pague para homens e mulheres, que exerçam as mesmas funções, salários diferentes, menor para homem, menor para mulher do que homem tem uma multa, e essa multa pode chegar até R$ 3200. O que esse novo projeto alterou esse artigo da CLT. Você vai levar em conta os últimos cinco anos que essa pessoa teve, essa mulher ganhou a menos o salário, vai achar a diferença e vai multiplicar por cinco. É fazer umas contas aí. Cinco anos são 60 meses, se a mulher está ganhando menos mil reais, são 60 mil, vezes 5, 300 mil reais. Então essa mulher aí vai ter direito, ou a empresa vai ser multada, em 300 mil reais. Cinco anos, 60 meses, se ela ganhasse menos um mil que o homem seria 60 mil reais, como multiplica por 5, 300 mil reais. Você empresário, sentiu aí o problema? Bem, o que acontece? O projeto chegou para eu sancionar ou vetar. Se eu vetar o projeto, imagine como vai ser a campanha das mulheres contra mim? AH, machista! Sabia, ele é contra mulher, quer que mulher ganhe menos, etc. Se eu sanciono os empregadores vão falar, poxa, pode o que tô pagando aqui ser questionado judicialmente, na justiça trabalhista dificilmente o patrão ganha, quase sempre o empregado ou empregada, no caso, ganha, então acho que a função diferente, a juíza do trabalho achou que não é, igual, eu posso ter uma multa de 200, 300, 400 mil, um milhão de reais. Vai quebrar a empresa. Aí o pessoal que está nos ouvindo fala aí: ah, mas tem que ser assim mesmo. Qual a consequência disso aqui vetado ou sancionado? Vetado, vou ser massacrado, sancionado, você acha que as mulheres vão ter mais facilidade de arranjar emprego ou não no mercado de trabalho? Não responda não, o que for que responda vai ser criticado também. Qualquer resposta aqui você vai apanhar. Então vamos esperar a resposta segunda-feira e vamos ver se eu vou sancionar como vai ser o mercado de trabalho para mulher no futuro. É difícil a mulher arranjar emprego? Sim, é difícil para todo mundo, para mulher um pouco mais difícil. Se o emprego vai ser quase impossível ou não, ou você pode estar dizendo: o patrão tem que tomar vergonha na cara e pagar salário justo. Pode acontecer que o pessoal não contrate ou contrate menos mulheres. Vai ter mais dificuldade ainda. Não vou discutir o mérito, segunda-feira é o dia D, vou ver nos comentários da live se deve sancionar ou vetar o projeto que aumenta, e muito, a multa trabalhista para aquele que paga salário menor para mulher do que homem que exerçam a mesma atividade. Detalhe, supostamente a mesma atividade, tem mulher que ganha mais do que homem. Questão de, do que vai fazer ali. Não vou entrar no mérito desta questão para evitar polêmica aí e ser criticado do nada. Vou levar em conta, até gostaria que o Augusto Nunes fizesse, como ele faz, uma enquete, faz perguntas, faça uma pergunta se, hoje é quinta, tem programa amanhã Augusto Nunes, é um pedido que faço a você se pode fazer amanhã para a gente ver tua pizza quantos por cento das pessoas acham que eu devo sancionar ou vetar o projeto. Não quer dizer que de acordo com a resposta da pesquisa eu vá atender. Por que deve ter muita gente que vai votar para eu vetar para depois me criticar. Então isso vou levar em conta porque a gente tem o sentimento do que acontece no Brasil também. mais alguma pergunta? saideira? Ninguém perguntou para o Marcão?

Marcos

Meu assunto é mais suave.

Ricardo

Ana Paula, acho que o próximo passo é primeiro reconhecer que o presidente fez um gesto em uma promessa, um compromisso muito sério e ambicioso, que é uma linguagem comum na questão do clima, e imediatamente nos ajudar nesse plano de redução do desmatamento ilegal que foi apresentado. Esse de 12 meses, recursos para comando e controle e para ajudar as pessoas. Por que a Amazônia voltou a subir o desmatamento desde 2012? Porque ninguém cuidou das pessoas, ficou se discutindo a questão ambiental e deixou 23 milhões de brasileiros para trás. Então o primeiro passo é que todas essas pessoas, empresas, governos, etc, que se dizem preocupados com a Amazônia podem fazer é avançar com recursos para que a gente imediatamente passe a atuar, tanto no campo de comando e controle de maneira bastante efetiva, quanto na parte de ajuda às pessoas, econômica. Se vier ajuda a gente vai fazer muito. Se não vier ajuda vamos fazer com nosso orçamento que o presidente já reforçou que vai dobrar.

Bolsonaro

No nosso Facebook, juntamente com Youtube e Instagram temos 70 mil pessoas assistindo> Pingo nos Is, do Augusto Nunes aí, tem 112 mil, Jovem Pan News tem 22 mil, Foco do Brasil 15 mil, e folha política 6 mil. Agradeço a audiência de todos, agradeço a Jovem Pan, peço a quem esteja nos assistindo nas nossas mídias sociais, nas outras, que liguem agora no Jovem Pan, programa Pingo nos Is para a gente acompanhar o balanço desta nossa live. Estou indo para minha sala na presidência juntamente com todo mundo que está aqui para assistir o final desse programa Pingo nos Is. Augusto Nunes, muito obrigado pelo sinal, pela gentileza, pela consideração. Até a próxima quinta-feira, se Deus quiser. E pessoal de Manaus, amanhã, 9h to pousando em Manaus, temos uma atividade muito grande lá. Foi me concedido o título de cidadão manauara, isso mesmo? Então é sinal que o nosso trabalho em Manaus, o meu trabalho, do Pazuello, ministro da saúde, foi muito bem feito naquela região, lamentamos a crise que teve lá, mortes, uma coisa realmente que chocou a todos nós, mas infelizmente foi uma coisa que ninguém esperava por aquilo. O governo brasileiro fez a sua parte, e agora na verdade essa medalha, esse título foi concedido pela assembleia legislativa do estado do Amazonas. Agradecemos essa honraria, estaremos, se Deus quiser, recebendo essa honraria amanhã. Logo mais, à tarde, estaremos pousando em Belém, no Pará, para outra atividade. Até logo mais, uma boa noite!

Política