PUBLICIDADE
Topo

Política

Bolsonaro sobre parecer que desobriga as máscaras: 'Paz com a consciência'

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) declarou hoje que está com a consciência tranquila após tentativa de desobrigar uso de máscaras - Reprodução/GloboNews
O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) declarou hoje que está com a consciência tranquila após tentativa de desobrigar uso de máscaras Imagem: Reprodução/GloboNews

Do UOL, em São Paulo*

11/06/2021 12h28Atualizada em 11/06/2021 12h37

Ao deixar o Palácio da Alvorada na manhã de hoje, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse que está com a consciência em paz após pedir um parecer ao ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, para que o uso de máscaras não seja obrigatório aos que já tiveram covid-19 ou se vacinaram contra a doença.

Se bem que quem decide na ponta da linha é governador e prefeito, eu não apito nada. Segundo o Supremo (Tribunal Federal) quem decide é eles. Mas nada como você estar em paz com a sua consciência
Jair Bolsonaro

Ao mesmo tempo, o presidente afirmou que a decisão final sobre a obrigatoriedade ou não das máscaras será de Marcelo Queiroga e, no fim da linha, dos governadores. Com um discurso distorcido e informações equivocadas, Bolsonaro fez a mesma alegação ontem.

O presidente seguiu para o Espírito Santo, onde ele irá participar da cerimônia de entrega do Residencial Solar São Mateus. Na chegada ao Aeroporto de Vitória, o presidente foi recebido por uma multidão de apoiadores. A maioria estava sem máscara, inclusive o chefe do Executivo nacional.

Depois de perguntar aos presentes se tomariam a vacina, o presidente repetiu que "dará o exemplo" e será o último a se imunizar.

Alguns acham que o exemplo é se vacinar. Não, o exemplo é dar o lugar para quem está desesperado. Tem gente aí desesperada dentro de casa esperando ser vacinada para sair
Jair Bolsonaro

* Com informações da Agência Reuters e Agência Estado

Política