PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Randolfe diz que participará de live de Wizard para cobrar presença na CPI

Randolfe Rodrigues disse que irá acompanhar live do empresário Carlos Wizard para cobrá-lo sobre presença em CPI  - Jefferson Rudy/Agência Senado
Randolfe Rodrigues disse que irá acompanhar live do empresário Carlos Wizard para cobrá-lo sobre presença em CPI Imagem: Jefferson Rudy/Agência Senado

Colaboração para o UOL

14/06/2021 19h39Atualizada em 14/06/2021 19h50

O vice-presidente da CPI da Covid, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), disse que irá acompanhar live do empresário Carlos Wizard, que atuou como conselheiro informal do governo federal na pandemia, para lembrá-lo de comparecer à CPI na quinta-feira.

Wizard participa de uma live no YouTube do canal Escola da Vida e Sucesso com a temática "Superação = Super + Ação" hoje.

Nos comentários da live, internautas cobram a presença do empresário em testemunho da Comissão. "Senhor Carlos Wizard, soube que participará dessa live. Gostaria de saber quando você irá depor na CPI. Agradeço desde já", disse Rafael Gino, por exemplo. Outra internauta, Clara Willemsens, escreveu em comentário que "cidadão de bem comparece a CPI, Wizard!!!! BORA!!!".

"Sr. Carlos Wizard, o vice presidente da CPI, Randolfe Rodrigues, está convocando a Vossa Excelência para depor na CPI. Aguardamos um retorno de vossa senhoria", a internauta Cristina Inoue escreveu em comentário da live no YouTube.

Aziz diz que vai intimar bilionário Wizard se ele não comparecer à CPI

O presidente da CPI da Covid, o senador Omar Aziz (PSD-AM) disse na noite de ontem que caso o empresário Carlos Wizard não compareça à comissão ele fará uma convocação coercitiva.

"O Wizard... Está confirmado quinta-feira [o depoimento dele à CPI]. Agora, ele não respondeu nenhum documento que nós mandamos, ele não está no Brasil, segundo informações que nós tivemos. Iremos mantê-lo, ficará de sobreaviso, será comunicado com antecedência, o Alexandre [Figueiredo Costa e Silva Marques] do TCU. Caso o Wizard não esteja na quinta, na quinta nós chamaremos o Alexandre. Se ele [Wizard] não vier, nós iremos pedir para ele ser chamado coercitivamente na CPI", declarou Aziz em entrevista à Globonews.

A CPI da Covid foi criada no Senado após determinação do Supremo. A comissão, formada por 11 senadores (maioria é independente ou de oposição), investiga ações e omissões do governo Bolsonaro na pandemia do coronavírus e repasses federais a estados e municípios. Tem prazo inicial (prorrogável) de 90 dias. Seu relatório final será enviado ao Ministério Público para eventuais criminalizações.