PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
3 meses

Voto em Lula contra Bolsonaro, mas meu candidato é Doria, diz Frota

Do UOL, em São Paulo

01/07/2021 18h26Atualizada em 01/07/2021 19h54

O deputado federal Alexandre Frota (PSDB-SP) afirmou em entrevista ao UOL News, na noite de hoje, que votará em Luiz Inácio Lula da Silva (PT) em um eventual segundo turno contra Jair Bolsonaro (sem partido) nas eleições presidenciais de 2022.

No momento, Lula e Bolsonaro são os dois primeiros colocados na última pesquisa Datafolha. Ex-aliado de Bolsonaro, Frota afirmou, porém, que no primeiro turno o seu apoio será para João Doria (PSDB), caso ele seja oficializado pela sigla. O governador de São Paulo disputa a candidatura com o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, o senador Tasso Jereissati (CE) e o ex-prefeito de Manaus Arthur Virgílio.

Ao ser questionado se votaria no ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), o deputado afirmou que seria uma opção apenas no segundo turno contra Bolsonaro.

O Lula só seria minha opção de voto se ele for para o segundo turno com o Bolsonaro. Vou votar em qualquer um que for contra Bolsonaro. Meu candidato, como todo mundo sabe, é o João Doria. Mas eu vou fazer de tudo para que ele seja eleito
Alexandre Frota

Rompimento com Bolsonaro

Alexandre Frota foi um dos apoiadores da candidatura de Jair Bolsonaro à Presidência da República em 2018, mas narrou ao UOL quais foram os motivos da ruptura com a gestão federal.

Questões que Bolsonaro não cumpriu relacionadas ao Ministério da Cultura foram o primeiro motivo de desentendimento entre Frota e o presidente.

Segundo o parlamentar, o chefe do Executivo federal havia se comprometido a fomentar a cultura de norte a sul e ter pessoas que iriam olhar pela pasta, mas que isso não ocorreu.

Outro ponto citado por Frota foi a prisão de Fabrício Queiroz. De acordo com ele, Bolsonaro ligou para o deputado questionando quem ele pensava que era ao pedir a prisão do amigo do presidente.

Dali em diante, Bolsonaro começou uma retaliação comigo, eu comecei a me posicionar contra o governo, quando veio o pedido de Bolsonaro para a minha expulsão do PSL
Alexandre Frota

Lira protegerá Bolsonaro do 'superpedido' de impeachment, diz Frota

Na entrevista, o parlamentar declarou que Bolsonaro será protegido pelo presidente da Câmara Arthur Lira (PP-AL) contra o superpedido de impeachment apresentado ontem por políticos e entidades da sociedade civil.

Mais de 300 deputados se venderam para votar no Arthur Lira. Esse dinheiro foi revertido em emendas para as bases desses deputados e deputadas e esse superpedido de impeachment chega em um momento muito importante, mas entendemos que por ter Arthur lira ali sentado trabalhando exclusivamente para proteger e blindar Bolsonaro fica difícil esse pedido andar
Alexandre Frota

O pedido que aglutina 123 requisições contra Bolsonaro desde a posse do presidente contou com a assinatura de Frota. Ontem o parlamentar esteve no evento de entrega do documento, que ocorreu na Câmara.

Frota disse ao apresentador Igor Duarte, do UOL, que Lira declarou em março de 2019 que faria o "bandido Bolsonaro" sangrar, mas que teria mudado de ideia após assumir a gestão de 300 parlamentares que "comem na mão dele".

"Ou seja, fica muito difícil de um super pedido andar", afirmou Frota.

Política