PUBLICIDADE
Topo

Política

Bolsonaro oficializa indicação de Aras para novo mandato à frente da PGR

 Augusto Aras será sabatinado pela CCJ do Senado para aprovação da recondução - Antonio Augusto/Secom/PGR
Augusto Aras será sabatinado pela CCJ do Senado para aprovação da recondução Imagem: Antonio Augusto/Secom/PGR

Do UOL, em São Paulo

21/07/2021 07h52

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) oficializou, por meio de um despacho publicado hoje no DOU (Diário Oficial da União), a indicação de Augusto Aras para a recondução ao cargo de procurador-geral da República. Bolsonaro já havia anunciado sua decisão ontem.

Com a indicação, o presidente ignora a lista apresentada por representantes do MPF (Ministério Público Federal). Os indicados eram os subprocuradores Luiza Frischeisen, Mario Bonsaglia e Nicolao Dino.

Aras será sabatinado pela CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) do Senado e, se aprovado, a recondução ainda deverá ser votada pelo plenário. Seu atual mandato se encerra em setembro.

Em nota, Aras disse estar "honrado" com a indicação: "Reafirmo meu compromisso de bem e fielmente cumprir a Constituição e as Leis do País".

A decisão de ignorar a lista tríplice, porém, gerou reação da categoria. Em nota, a ANPR (Associação Nacional dos Procuradores da República) afirmou que a decisão fragiliza o órgão.

Política