PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
2 meses

'Não brigam por vacina', diz Doria sobre rixa entre Bolsonaro e Lula

Doria tem tomado como bandeira a vacinação de São Paulo - Divulgação/Governo do Estado de São Paulo
Doria tem tomado como bandeira a vacinação de São Paulo Imagem: Divulgação/Governo do Estado de São Paulo

Colaboração para o UOL

27/07/2021 22h06

Após ver as provocações do ex-presidente Lula (PT) ao atual mandatário Jair Bolsonaro (sem partido), o governador de São Paulo João Doria (PSDB) se posicionou contra os dois.

"Parece piada. Lula e Bolsonaro brigando pra ver quem é mais ou menos corrupto. Inacreditável!", escreveu no Twitter. "Já reparou que eles não brigam por vacina, nem por gestão eficiente ou por crescimento econômico? Essa é a minha briga: vacina, emprego e dignidade".

A resposta foi a um tweet de Lula, que criticava o governo do atual presidente. "E o Bolsonaro que ficava falando que ia acabar com a 'a velha política'... Qual é a nova política dele? Ficar refém do centrão?", falou.

Doria tem tomado como bandeira a vacinação de São Paulo, especialmente o trabalho feito pelo Instituto Butantan com a CoronaVac. O governador, que já deu apoio a Bolsonaro, agora se posiciona longe do atual presidente.

Com as eleições do próximo ano em mente, alguns seguidores de Doria no Twitter perguntaram se ele estava tentando se colocar como uma opção de terceira via, caso a disputa em 2022 seja realmente entre Lula e Bolsonaro, como apontam as pesquisas.

Em simulações do pleito, Lula aparece como vencedor - uma resposta à baixa popularidade de Bolsonaro e do retorno dos direitos políticos do petista.

Política