PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
1 mês

Joice rebate boatos de agressão do marido e diz que ele quis fazer exames

Do UOL, em São Paulo

28/07/2021 12h19Atualizada em 28/07/2021 22h25

A deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) declarou hoje, em entrevista ao UOL News, que o marido, o neurocirurgião Daniel França, quis e já fez exames médicos no IML (Instituto Médico Legal). Segundo ela, o marido também foi o responsável por motivá-la a fazer corpo de delito e outras análises que investiguem as possíveis causas de suas lesões. A parlamentar também rebateu os boatos de que o marido teria a agredido.

Tem muita gente falando bobagem sabe? Porque as pessoas gostam de falar bobagem e as pessoas não têm a informação. Meu marido foi espontaneamente na polícia e falou 'eu quero falar, eu preciso ajudar no máximo que eu puder'. (...) [Ele] explicou tudo para os policiais e quando a Depol perguntou 'ah, o senhor topa fazer o corpo de delito?', ele falou 'agora'. A resposta dele foi 'agora'."
Joice Hasselmann em entrevista ao UOL News

A parlamentar explicou que foi questionada por membros da Depol (Departamento da Polícia Legislativa da Câmara) se queria fazer exames periciais e ela teria ficado na dúvida, mas o marido foi quem a convenceu de fazer tudo que fosse preciso para descobrir a causa das lesões.

"Ficou aquela coisa 'faz, não faz, faz, não faz' [os exames]. Quando meu marido chegou, ele, que é especialista em trauma, falou: 'claro que tem que fazer, não tem sentido, não é porque o hematoma já está reduzido que o exame de corpo de delito não vai pegar outras coisas'. Foi ele que me estimulou a fazer", declarou.

Joice também comentou que fez até exame de DNA após o suposto ataque sofrido por ela dentro do seu apartamento funcional em Brasília, no último dia 18 de julho.

Também fui ao IML, fiz questão de fazer. Teve uma fake news aí muito feia de dois veículos de comunicação dizendo que eu não fiz o toxicológico. Eu fiz até o DNA, que não tinha sido pedido. Eu fiz toxicológico, DNA, um exame de todos os traumas e mais um outro que eu tive que fazer com um dentista legal para ver a questão das fraturas de dentes. Agora é confiar no trabalho da polícia mesmo a gente sabendo que tem essas falhas."

Em sua participação no programa, a deputada aproveitou para criticar as pessoas que tentam criar versões sobre o que teria ocasionado os seus hematomas e ponderou que o caso já é investigado pela polícia. Mais cedo, também ao UOL News, a deputada estadual Janaina Paschoal (PSL-SP) disse entender como necessário que Daniel França, marido de Joice, passe por uma perícia.

"É muito ruim as pessoas tentarem o tempo todo criar uma versão para um fato que vem sendo investigado pela polícia e a polícia que vai trazer os resultados", finalizou Joice.

Câmeras

Para a deputada, o fato de não ter câmeras nas escadas do condomínio funcional e na porta dos apartamentos, que possam comprovar a entrada de alguém suspeito nas residências, pode ser uma brecha para o ataque a parlamentares.

"Que isso sirva pelo menos para nós termos toda a segurança, não só física, mas moral também. Porque não dá para nenhum parlamentar dizer 'não quero nenhuma câmera na porta do meu apartamento porque é minha intimidade'. Não. Isso é um imóvel público, então também é a segurança moral. As pessoas, eventualmente, têm o direito de saber quem entra e sai do apartamento de um parlamentar", afirmou.

Ao ser questionada pela apresentadora Fabíola Cidral sobre qual objeto "estranho" a parlamentar teria achado em casa e entregado à Polícia Civil, Joice declarou que não poderia dizer para não atrapalhar a investigação.

Entenda o caso

Pelo Instagram, a deputada contou que sua última lembrança é de estar na cama assistindo a um episódio de série no domingo (18).

Depois, por um período de aproximadamente sete horas, ela disse ter tido perda de memória, até acordar em uma "poça de sangue", no chão do closet. Inicialmente, ela acreditou ter imaginado que desmaiou e se machucou na queda. No entanto, depois, ao perceber a quantidade de machucados, Joice disse acreditar que sofreu um atentado.

Ela compartilhou um vídeo em que mostra machucados, inchaços e roxos pelo rosto, além de boca cortada e dente quebrado. Na publicação, relata, estar com o joelho trincado.

Segundo Joice, o marido, que dormia em outro quarto, foi quem a socorreu. Daniel foi acordado pela esposa às 7 horas, pelo telefone. Ele mesmo fez os primeiros curativos e a medicou. Na terça-feira (20), ela procurou dentistas e fez exames no Hospital Sírio-Libanês, em Brasília.

Além de ter entrado em contato com as autoridades, a parlamentar disse, ainda, que chamou um segurança particular de São Paulo, trocou todas as fechaduras da casa, e tem planos de andar armada.

Política