PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
3 meses

Barroso diz que posição contra a ciência não é liberdade de expressão

Presidente do TSE, Luís Roberto Barroso, diz que posições anticientíficas não são liberdade de expressão, e sim crimes - Carlos Moura/SCO/STF
Presidente do TSE, Luís Roberto Barroso, diz que posições anticientíficas não são liberdade de expressão, e sim crimes Imagem: Carlos Moura/SCO/STF

Do UOL, em São Paulo

19/08/2021 21h17Atualizada em 19/08/2021 21h17

O presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), Luís Roberto Barroso, disse hoje que posições anticientíficas "não são protegidas pela liberdade de expressão". Segundo ele, na democracia, há espaço para todas as visões de mundo, exceto para a disseminação do ódio e da mentira deliberada. As declarações foram durante sessão virtual do TSE.

A mentira deliberada, o ódio, as teorias conspiratórias e a difusão da desinformação, incentivando a agressão e posições anticientíficas, que levam à morte, isso não é neutro, não é protegido pela liberdade de expressão. Isso é crime e nós precisamos enfrentar."
Presidente do TSE, Luís Roberto Barroso

Em seu discurso, Barroso afirmou ser preciso "pacificar o Brasil" e fez um apelo às plataformas digitas, como o Twitter. "Dinheiro não é tudo na vida, é preciso cultivar valores que mantenham o tecido social com o mínimo de civilidade e humanidade. Não há dinheiro que se possa ganhar que justifique uma suposta neutralidade, que, na verdade, é um proveito financeiro do mal".

Barroso tem sido alvo constante de ataques do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) pela sua defesa do atual sistema de voto eletrônico —o chefe do Executivo tem pressionado pela implementação do voto impresso em meio a alegações infundadas de fraudes em eleições passadas. A Câmara dos Deputados já rejeitou a PEC do voto impresso.

"Não se constrói um país com ódio, mentiras, difusão de ataques orquestrados e financiados às instituições. Precisamos virar esse jogo e fazer com que o bem prevaleça sobre o mal. Repito: há espaço para todas as visões de mundo que não são baseadas na violência, na intolerância. É isso que o TSE defende", acrescentou Barroso.

Política