PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
1 mês

Jantar com Temer ilustra desigualdade brasileira, opina Joel Pinheiro

Colaboração para o UOL, em São Paulo

14/09/2021 13h16Atualizada em 14/09/2021 14h07

Para o colunista do UOL Joel Pinheiro da Fonseca, o vídeo do ex-presidente Michel Temer (MDB) jantando com empresários, que viralizou nas redes sociais, ilustra a desigualdade brasileira. Ele comentou a cena no programa UOL News do meio-dia.

"Uma cena que mostra a desigualdade social, racial e de gênero brasileira de uma forma icônica. Está tudo ali: a mídia, a política, o empresariado, o humor entre quatro paredes", falou Pinheiro.

Ao lado de políticos e empresários, o ex-presidente Michel Temer aparece no vídeo dando risada de uma imitação do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). O jantar ocorreu na casa do empresário Naji Nahas após a ida de Michel Temer a Brasília para ajudar Bolsonaro a escrever uma carta institucional.

Também aparecem o presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab; o presidente do Grupo Bandeirantes, Johnny Saad; e o jornalista, apresentador e diretor da GloboNews, Roberto D'Ávila. O humorista André Marinho é quem interpreta Bolsonaro na gravação. O pai de André, Paulo Marinho, apoiou Bolsonaro em 2018 durante a campanha para a presidência e "emprestou" sua casa para a gravação de vídeos do programa eleitoral, mas a família Marinho declarou que deixou de apoiar o empresário em 2020.

Joel Pinheiro disse não saber qual foi a intenção de Marinho ao divulgar o vídeo, mas avaliou que as imagens podem ser benéficas para grupos bolsonaristas.

"Ele [Bolsonaro] é contra esse velho establishment da política, ele é contra essa velha política, ele é contra esses grupos de mídia, que são contra o capitão, que conspiram contra ele. Estão todos lá juntinhos, rindo num jantar junto com desafetos de Bolsonaro e rindo do Bolsonaro (...) Que isso é uma propaganda pró-Bolsonaro, para mim parece evidente", afirmou o colunista.

Política