PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
1 mês

Queiroga mostra dedo do meio a manifestantes anti-Bolsonaro nos EUA; veja

Bolsonaro chega a jantar e é recebido por grupo de manifestantes - NIYI FOTE/THENEWS2/ESTADÃO CONTEÚDO
Bolsonaro chega a jantar e é recebido por grupo de manifestantes
Imagem: NIYI FOTE/THENEWS2/ESTADÃO CONTEÚDO

Do UOL, em São Paulo

20/09/2021 23h04Atualizada em 21/09/2021 12h02

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) foi recebido por um grupo de manifestantes ao chegar ao jantar oferecido pelo embaixador do Brasil na ONU (Organização das Nações Unidas), em Nova York (EUA).

Os manifestantes vaiavam e gritavam palavras de ordem como "Fora, Bolsonaro" e "Fora, Genocida". Eles também levaram um caminhão luminoso com a imagem do presidente brasileiro e termos como: "Mentiroso. Péssimo. Perdedor". (Assista ao vídeo abaixo)

Bolsonaro chegou ao lado de sua comitiva presidencial ao evento, que antecede a 76ª abertura da Assembleia-Geral da ONU, por volta das 20h (horário de Brasília) desta segunda-feira. Diplomatas e seguranças esperavam o chefe do Executivo na porta de entrada.

Em vídeo que viralizou pelas redes sociais, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, que acompanha o presidente Bolsonaro em sua viagem, aparece irritado e faz gesto obsceno para alguns manifestantes na saída do evento; um deles precisou ser contido pelo segurança. (Veja abaixo)

Bolsonaro também compartilhou um vídeo no Facebook desdenhando dos manifestantes, a quem chamou de acéfalos na legenda. Tentando se desfazer do protesto e dizendo que havia menos do que 10 pessoas no local, o presidente afirmou que os manifestantes estavam fora de si, não sabiam o que estavam falando e "tinham porcaria na cabeça". "Devia estar em país socialista, não aqui nos Estados Unidos", disse.

O presidente Jair Bolsonaro, o filho e deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), a primeira-dama Michelle Bolsonaro e oito ministros decolaram com dois dias de antecedência no avião presidencial rumo à Nova York, onde o Brasil abrirá o evento da ONU nesta terça-feira (21).

Além da esposa e do filho 03, o mandatário viajou acompanhado de oito ministros: Anderson Torres (Justiça e Segurança), Carlos França (Relações Exteriores), Joaquim Leite (Meio Ambiente), Paulo Guedes (Economia), Marcelo Queiroga (Saúde), Gilson Machado (Turismo), Luiz Eduardo Ramos (Secretaria-Geral) e Augusto Heleno (Segurança Institucional).

O presidente também estava com embaixador do Brasil nos Estados Unidos, Nestor Forster, o representante brasileiro nas Nações Unidas, Ronaldo Costa, além de auxiliares.

Errata: o texto foi atualizado
Diferente do informado anteriormente, Eduardo Bolsonaro é deputado federal, e não estadual. O erro foi corrigido.

Política