PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
15 dias

Depoimento de diretor da Prevent Senior confirmou denúncias, diz senador

Colaboração para o UOL

22/09/2021 19h01

O depoimento do diretor-executivo da Prevent Senior, Pedro Benedito Batista Júnior, confirmou as denúncias trazidas à CPI da Covid, de acordo com o senador Humberto Costa (PT-PE), membro titular da comissão no Senado.

Em entrevista ao UOL News, o parlamentar disse que a partir das declarações do diretor da operadora de saúde foi possível identificar um trabalho feito para dar "um ar de cientificidade" à teoria do tratamento precoce, defendida pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

"Esse depoimento foi muito importante porque nós já dispúnhamos de várias provas materiais de tudo o que aconteceu na Prevent Senior", disse o parlamentar.

"A testemunha foi colocada diante de uma série de evidências de que, de fato, aconteceu naquele plano de saúde um experimento pseudocientífico, em grande parte sem o conhecimento das pessoas que foram colocadas nele", completou.

Aos senadores, o diretor rebateu acusação de que a operadora de saúde fez "estudo clínico" para avaliar o uso e tratamento com o chamado kit covid. Ele também responsabilizou médicos vinculados à empresa por suposta manipulação de dados e divulgação indevida de prontuários de pacientes.

Contudo, Batista Júnior confirmou que houve a orientação para que os médicos modificassem o CID (código de diagnóstico) de pacientes que deram entrada com covid-19, após 14 ou 21 dias, a depender de cada caso.

Para Costa, a grande quantidade de material sobre o caso da Prevent Senior em poder da CPI ajudará na elaboração do relatório pelo senador Renan Calheiros (MDB-AL).

"Foi um depoimento que confirmou todas denúncias que nos foram feitas", afirmou o petista. "E nos deixa profundamente nauseados porque nós vemos até onde pode chegar o sentimento humano num debate político, pois fica evidente que essa empresa se prestou a confirmar uma tese que tinha objetivo claramente político."

Política