PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
3 meses

Carlos Bolsonaro é único a votar contra homenagem a Paes; prefeito ironiza

13.nov.2018 - O vereador Carlos Bolsonaro, um dos filhos do presidente da República - Sergio Lima/AFP
13.nov.2018 - O vereador Carlos Bolsonaro, um dos filhos do presidente da República Imagem: Sergio Lima/AFP

Colaboração para o UOL

07/10/2021 21h34

O vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ) foi o único a votar contra uma homenagem ao prefeito Eduardo Paes (PSD) na Câmara do Rio hoje.

O requerimento, de autoria do presidente da Casa, Carlo Caiado (DEM), e dos vereadores Célio Lupparelli (DEM), Marcio Santos (PTB) e Luciano Medeiros (PL), concede a Paes a Medalha Pedro Ernesto, maior honraria da Câmara Municipal do Rio de Janeiro.

Cinco vereadores (quatro do PSOL e um do Partido Novo) abstiveram-se da votação, enquanto o filho do presidente da República, conhecido por criticar publicamente o prefeito, votou contra.

Nas redes sociais, Eduardo Paes ironizou a posição de Carlos Bolsonaro. "Daquelas que a gente coloca no currículo!", escreveu o prefeito seguido por emojis de risadas.

O vereador Tarcísio Motta (PSOL) justificou sua abstenção e demais membros do partido por "vários problemas" na gestão de Paes.

"Parte daí, muitas vezes, a nossa dificuldade de votar a favor de medalhas para secretários de governo, para agentes públicos do município, que é exatamente quem a gente deve fiscalizar", afirmou ao plenário.

Política