PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
7 meses

PF cumpre busca e apreensão na casa de ex-estagiária de ministro do STF

Ministro Ricardo Lewandowski - Carlos Moura - SCO/STF
Ministro Ricardo Lewandowski Imagem: Carlos Moura - SCO/STF

Rafael Neves

Do UOL, em Brasília

07/10/2021 14h48

Uma ex-estagiária do ministro Ricardo Lewandowski, do STF (Supremo Tribunal Federal), é alvo de um mandado de busca e apreensão da Polícia Federal na tarde de hoje. Tatiana Garcia Bressan foi identificada como informante do blogueiro bolsonarista Allan dos Santos.

Os policiais estiveram na casa dela, localizada no Lago Norte, em Brasília. O UOL confirmou que ela presta depoimento à corporação. Tatiana atuou no gabinete do ministro entre julho de 2017 e janeiro de 2019.

Uma troca de mensagens, obtida pela PF a partir da quebra de sigilo telefônico, entre a então estagiária e o blogueiro, mostra que Tatiana se coloca à disposição para vazar informações do STF. Inicialmente, ela entrou em contato com Allan demonstrando interesse em trabalhar para a deputada bolsonarista Bia Kicis (PSL-DF).

Um dos trechos, ao qual o jornal Folha de S. Paulo teve acesso, mostra que Allan pede a colaboração de Tatiana, dizendo: "Fique como nossa informante lá". A estagiária, então, responde: "Será uma honra. Estou lá kkk".

As conversas entre eles se iniciaram em outubro de 2018 e foram até março de 2020.

À Folha, Tatiana disse que nunca atuou como informante de Allan e que sua ligação com ele se dava porque ambos foram alunos do escritor Olavo de Carvalho. Já o blogueiro usou as redes sociais para acusar o jornal de quebrar o sigilo de sua fonte jornalística.

Aliado do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), Allan dos Santos é alvo do inquéritos das fake news e também da investigação sobre o financiamento de atos antidemocráticos. A busca e apreensão surgiu de um pedido do também ministro do STF Alexandre de Moraes, relator dos inquéritos.

Política