PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
3 meses

Michelle Bolsonaro defende Milton Ribeiro: 'Amo a vida dele'

A primeira-dama, Michelle Bolsonaro - Adriano Machado/Reuters
A primeira-dama, Michelle Bolsonaro Imagem: Adriano Machado/Reuters

Do UOL, em São Paulo

28/03/2022 21h17

A primeira-dama Michelle Bolsonaro saiu em defesa do ex-ministro da Educação, Milton Ribeiro, que pediu exoneração do cargo. A jornalistas, na noite de hoje, ela disse que "ama a vida dele".

"Só posso dizer que eu amo a vida dele. Deus sabe de todas as coisas, vai provar que ele é uma pessoa honesta, e justa, fiel e leal", declarou Michelle, na chegada ao evento de filiação dos ministros Damares Alves e Tarcísio de Freitas ao Republicanos.

Michelle revelou que já conversou com Ribeiro após a saída do cargo. A primeira-dama também afirmou que não falou do assunto com o marido, o presidente Jair Bolsonaro (PL), e não viu as notícias.

Milton Ribeiro deixou o governo após a divulgação de um áudio em que negocia verbas da pasta com pastores, e uma série de notícias envolvendo a pasta em um suposto esquema de corrupção. Sem cargos, os líderes religiosos atuam em um esquema informal de liberação de verbas do MEC.

Ribeiro esteve no Planalto no início da tarde e conversou pessoalmente com o presidente Bolsonaro. A saída foi publicada em edição extraordinária do Diário Oficial da União por volta das 16h40. Depois, o ex-ministro divulgou a carta na qual pede para deixar o posto.

No último dia 22 de março, Michelle Bolsonaro comemorou seu aniversário de 40 anos, em Brasília. A festa teve, entre os convidados, o ministro da Educação, Milton Ribeiro. A informação foi publicada por Igor Gadelha, do site Metrópoles, e Bela Megale, do jornal O Globo.

Política