PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
1 mês

Ex-secretário da Pesca diz que 'bronca' de Bolsonaro em SC foi para ele

Colaboração para o UOL

27/06/2022 17h11Atualizada em 27/06/2022 17h38

Ex-secretário de Agricultura e Pesca e pré-candidato ao Senado, Jorge Seif (PL) disse, em vídeo publicado nas redes sociais hoje, que o presidente Jair Bolsonaro (PL) se referia a ele quando ordenou que um dos presentes em um evento na praia de Balneário Camboriú, ontem, ficasse "para trás".

Quando o vídeo com a declaração de Bolsonaro circulou nas redes sociais foi levantada a possibilidade de que o presidente se referia à vice-governadora de Santa Catarina, Daniela Cristina Reinehr (PL). "Dada a confiança, respeito, intimidade e amizade que tenho com o presidente, ele pediu, sim, que eu fosse para trás para não haver aglomeração e tumulto por parte dos populares que acompanhavam a marcha", disse Seif.

A fala de Bolsonaro foi feita no momento em que saudava apoiadores, de mãos dadas com o empresário Luciano Hang, dono da rede varejista Havan. "Fica para trás, meu Deus do céu", disse o chefe do Executivo federal, visivelmente irritado.

"O presidente sempre foi muito respeitoso, especialmente com as mulheres", acrescentou o pré-candidato a senador.

O ângulo do primeiro vídeo que viralizou nas redes sociais sugere que o recado teria sido para Daniela —a reação dela se dá nesse sentido. No entanto, após a divulgação das imagens, apoiadores compartilharam cenas captadas por um outro ângulo e que indicam a presença de Seif no local, bem próximo ao governante, no momento em que Bolsonaro perde a paciência.

Em nota encaminhada à imprensa, a vice-governadora reafirmou que o pedido de Bolsonaro foi direcionado a Seif. "(Ele) foi alertado que não era o momento de fazê-lo, pelo próprio presidente, prefiro deixar que este outro ângulo gravado na mesma situação, fale por mim. Ele demonstra de forma muito clara o que aconteceu."

Política