PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
1 mês

Eduardo Bolsonaro ataca PT e chama deputados de 'malandros e vagabundos'

Do UOL, em São Paulo

06/07/2022 18h42

Em audiência na Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional da Câmara dos Deputados, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PL-SP) se exaltou ao ser interrompido durante o seu tempo de fala e xingou parlamentares da oposição de "malandros e vagabundos", dizendo ainda que eles "não aguentariam um dia de direita".

"O seu PT lavando dinheiro para o PCC [Primeiro Comando da Capital]", acusou o filho do presidente Jair Bolsonaro (PL) ao levantar uma notícia impressa sobre a suposta ligação entre o partido e a facção criminosa.

"Todo dia jogam bola com a cabeça do meu pai e querem colocar o maior ladrão da história do Brasil no governo, então eu desrespeito mesmo, porque não tenho que dar respeito para vagabundo e malandro que nem vocês", completou.

Na sessão de hoje, deputados disseram "genocida" ao fundo da fala de Eduardo, que rebateu novamente: "Malandro, financiado pelo PCC, tomou as dores e assumiu a culpa. Eles não aguentariam um dia de direita".

O filho de Bolsonaro manteve o tom contra a esquerda no restante do discurso, dizendo que os colegas parlamentares "fazem cara de paisagem" quando figuras bolsonaristas, como o blogueiro Allan dos Santos e o deputado Daniel Silveira (PTB-RJ), são condenadas.

Momentos depois, Silveira parabenizou Eduardo por "sua fala muito pontual em alguns fatos".

Política