Topo

Conteúdo publicado há
11 meses

Corpo de David Miranda será velado na Câmara Municipal do Rio

Do UOL, em São Paulo

09/05/2023 13h17Atualizada em 09/05/2023 18h45

O corpo do ex-deputado federal David Miranda (PDT), que morreu hoje aos 37 anos, vai ser velado na Câmara Municipal do Rio de Janeiro.

O que aconteceu?

O velório do ex-parlamentar será amanhã às 14h, aberto ao público.

Miranda passou nove meses internado em UTI e faria aniversário amanhã. A confirmação da morte do ex-deputado foi feita pelo jornalista Glenn Greenwald, marido dele. A causa do óbito não foi informada.

No dia 6 de agosto de 2022, Miranda foi encaminhado ao hospital com fortes dores abdominais, posteriormente diagnosticadas como um quadro de infecção gastrointestinal que se tornou generalizado.

Primeiro vereador gay na Câmara do Rio

Miranda foi eleito vereador no Rio de Janeiro em 2016. Ele também foi suplente do ex-deputado Jean Wyllys e assumiu o mandato em 2019, anos 32 anos, após o colega anunciar desistência em razão de ameaças.

Maior desejo do ex-deputado era se tornar pai. "De longe, esse era o maior sonho dele, o que deu a ele o maior orgulho e propósito foi ser pai. Ele era o mais dedicado e amável pai. Ele me ensinou como ser pai", disse Greenwald.

David era singular: o homem mais forte, apaixonado e compassivo que já conheci. Ninguém tinha uma palavra ruim para ele. Não consigo descrever a perda e a dor. Farei o possível para honrar seu legado: nossas crianças e nossas ONGs."
Glenn Greenwald, jornalista e marido do ex-deputado

Lista da Time de líderes da nova geração

Criado na favela do Jacarezinho, no Rio de Janeiro, o ex-deputado foi eleito em 2019, pela revista Time, um dos 10 líderes da próxima geração.

Ele também trabalhou junto ao marido nas revelações do ex-analista da NSA Edward Snowden, em 2013, sobre a vigilância em massa que os Estados Unidos faziam.