Conteúdo publicado há 5 meses

'Não podemos normalizar armas acessíveis', diz Lula após ataque em escola

O presidente Lula (PT) lamentou o ataque a uma escola estadual na manhã de hoje na zona leste de São Paulo e afirmou que o episódio é uma "tragédia".

O que aconteceu

Lula disse que "não podemos normalizar armas acessíveis". "Recebi com muita tristeza a notícia do ataque na Escola Estadual Sapopemba, Zona Leste de São Paulo. Meus sentimentos aos familiares da jovem assassinada e dos estudantes feridos."

Ministro da Educação afirmou que incidente é "profundamente lamentável". "Meus sentimentos aos familiares e amigos das vítimas desse episódio de violência na Escola Estadual Sapopemba, zona leste de São Paulo. Um fato profundamente lamentável, inaceitável, que entristece a todos nós", escreveu Camilo Santana nas redes sociais.

Ataque em escola deixou um morto

Ataque ocorreu na manhã desta segunda-feira (23) na Escola Estadual Sapopemba, na zona leste de São Paulo. Uma pessoa morreu e outras duas ficaram feridas após disparos de arma de fogo.

Aluno de 16 anos é apontado como o autor dos tiros. Ele foi apreendido pela polícia.

Todas as vítimas baleadas são mulheres. Uma delas foi atingida na cabeça e não resistiu aos ferimentos. As outras duas têm quadro estável e não correm risco de morte. As informações foram passadas pela PM ao UOL.

A pessoa apreendida pela polícia estava com uniforme da escola. Ela estuda no primeiro ano do Ensino Médio.

A arma utilizada no crime foi apreendida. Ela pertence ao pai do suspeito e era legal, segundo apurou a reportagem. O suspeito foi encaminhado ao 70º DP, segundo a PM.

Deixe seu comentário

Só para assinantes