Conteúdo publicado há 5 meses

STF condena mais 5 réus envolvidos nos atos de 8 de janeiro

O Supremo Tribunal Federal condenou mais cinco réus envolvidos nos atos golpistas do dia 8 janeiro.

O que aconteceu:

O relator, ministro Alexandre de Moraes, votou pela condenação de todos, com penas que vão de 14 a 17 anos de prisão. Os votos foram proferidos em plenário virtual. O julgamento começou em 27 de outubro e terminou nesta terça-feira (7).

Os ministros que votaram acompanhando o relator pela condenação dos réus são: Cármen Lúcia, Cristiano Zanin, Gilmar Mendes, Edson Fachin, Dias Toffoli e Luiz Fux. Os ministros Zanin e Fachin fizeram ressalvas ao voto do relator e divergiram sobre a pena.

Votaram contra a condenação os ministros: Luís Roberto Barroso, André Mendonça e Nunes Marques.

Os réus foram denunciados por cinco crimes: abolição violenta do Estado democrático de direito; golpe de Estado; dano qualificado; deterioração de patrimônio tombado e associação criminosa. Todos foram presos em flagrante no Palácio do Planalto.

Os julgados da vez são Fabricio de Moura Gomes, Jorginho Cardoso de Azevedo, Moises dos Anjos, Osmar Hilebrand e Rosana Maciel Gomes. O réu Eduardo Zeferino Englert, que também foi preso, não foi julgado. Isso porque o ministro Alexandre de Moraes pediu destaque (mais tempo para analisar a questão) após a defesa do empresário apontar um erro no voto do relator no processo.

O STF já condenou outras 20 pessoas pelos ataques de 8 de janeiro. Os ministros estão analisando as ações individualmente.

Deixe seu comentário

Só para assinantes