Conteúdo publicado há 3 meses

Time lista Marina Silva entre os 100 maiores líderes climáticos de 2023

A revista norte-americana Time nomeou a ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, como uma das 100 maiores lideranças climáticas de 2023.

O que aconteceu

A publicação disse que Marina "está trabalhando para construir resiliência climática e limitar o desmatamento". A lista também conta com nomes como o do fotógrafo Sebastião Salgado, Bill Gates, o cineasta James Cameron, a cantora Billie Eilish e a banda Coldplay.

A Time também publicou uma entrevista com a ministra do Meio Ambiente, na qual Marina disse que há "falta de ambição em pautas ambientais". "Nós já temos parte significativa das respostas técnicas necessárias para implementar a transformação ecológica que o mundo precisa tão desesperadamente."

O que estamos perdendo é o comprometimento ético para usar recursos tecnológicos, humanos e financeiros para aumentar as nossas chances de diminuir as consequências das mudanças climáticas. Marina Silva, ministra do Meio Ambiente

ONU cobrou Lula por enfraquecimento de Marina

Em uma sabatina no mês passado sobre a situação de direitos humanos do Brasil, peritos internacionais cobraram planos "concretos" e "realistas" do governo Lula para superar desafios sociais, econômicos e ambientais. Eles também questionaram o enfraquecimento da pasta de Marina Silva.

A sabatina ocorreu no Comitê de Direitos Econômicos e Sociais da ONU, em Genebra. Para responder às perguntas de 18 peritos, o governo enviou uma ampla delegação, composta por diversos ministérios.

Michael Windfuhr, perito do Comitê da ONU e que atua como relator para o exame do Brasil, elogiou o fato de o atual governo ter abandonado o comportamento da administração de Jair Bolsonaro sobre questões relacionadas ao clima. Para ele, porém, o órgão vem recebendo informações de que a agenda ambiental "nem sempre é prioridade".

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes