Privatização da Sabesp: veja os 62 deputados favoráveis e a única contrária

Os deputados estaduais da Alesp aprovaram a privatização da Sabesp nesta quarta-feira. Foram 62 votos a favor e 1 contra. A oposição não participou da votação após uma confusão entre PMs e manifestantes.

Como votaram os deputados

A favor - 62 votos

  1. Agente Federal Danilo Balas (PL)
  2. Alex Madureira (PL)
  3. Altair Moraes (Republicanos)
  4. Ana Carolina Serra (Cidadania)
  5. Analice Fernandes (PSDB)
  6. Atila Jacomussi (Solidariedade)
  7. Barros Munhoz (PSDB)
  8. Bruna Furlan (PSDB)
  9. Bruno Zambelli (PL)
  10. Capitão Telhada (PP)
  11. Carla Morando (PSDB)
  12. Carlão Pignatari (PSDB)
  13. Carlos Cezar (PL)
  14. Clarice Ganem (Podemos)
  15. Conte Lopes (PL)
  16. Delegado Olim (PP)
  17. Dirceu Dalben (Cidadania)
  18. Dr. Eduardo Nóbrega (Podemos)
  19. Dr. Elton (União Brasil)
  20. Edmir Chedid (União Brasil)
  21. Edna Macedo (Republicanos)
  22. Fabiana Bolsonaro (PL)
  23. Felipe Franco (União Brasil)
  24. Gerson Pessoa (Podemos)
  25. Gil Diniz (PL)
  26. Gilmaci Santos (PL)
  27. Guto Zacarias (União Brasil)
  28. Helinho Zanatta (PSD)
  29. Itamar Borges (MDB)
  30. Jorge Caruso (MDB)
  31. Jorge Wilson Xerife do Consumidor (Republicanos)
  32. Leonardo Siqueira (Novo)
  33. Léo Oliveira (MDB)
  34. Letícia Aguiar (PP)
  35. Lucas Bove (PL)
  36. Major Mecca (PL)
  37. Oseias de Madureira (PSD)
  38. Mauro Bragato (PSDB)
  39. Milton Leite Filho (União Brasil)
  40. Marta Costa (PSD)
  41. Marcos Damasio (PL)
  42. Maria Lúcia Amary (PSDB)
  43. Paulo Correa Jr (PSD)
  44. Paulo Mansur (PL)
  45. Rafael Saraiva (União Brasil)
  46. Rafael Silva (PSD)
  47. Rafa Zimbaldi (Cidadania)
  48. Ricardo França (Podemos)
  49. Ricardo Madalena (PL)
  50. Rodrigo Moraes (PL)
  51. Rogério Nogueira (PSDB)
  52. Rogério Santos (MDB)
  53. Rui Alves (Republicanos)
  54. Sebastião Santos (Republicanos)
  55. Solange Freitas (União Brasil)
  56. Tenente Coimbra (PL)
  57. Thiago Auricchio (PL)
  58. Tomé Abduch (Republicanos)
  59. Valdomiro Lopes (PSB)
  60. Valeria Bolsonaro (PL)
  61. Vinicius Camarinha (PSDB)
  62. Vitão do Cachorrão (Republicanos)

Contra - 1 voto

  1. Delegada Graciela (PL)

Não votaram - 31 deputados

  1. Ana Perugini (PT)
  2. Andréa Werner (PSB)
  3. André do Prado (PL) - presidente da sessão (não votou)
  4. Beth Sahão (PT)
  5. Caio França (PSB)
  6. Carlos Giannazi (PSOL)
  7. Dani Alonso (PL)
  8. Daniel Soares (União Brasil)
  9. Donato (PT)
  10. Dr. Jorge do Carmo (PT)
  11. Ediane Maria (PSOL)
  12. Eduardo Suplicy (PT)
  13. Emídio de Souza (PT)
  14. Enio Tatto (PT)
  15. Guilherme Cortez (PSOL)
  16. Leci Brandão (PCdoB)
  17. Luiz Claudio Marcolino (PT)
  18. Luiz Fernando T. Ferreira (PT)
  19. Márcia Lia (PT)
  20. Marcio Nakashima (PDT)
  21. Marina Helou (Rede)
  22. Maurici (PT)
  23. Monica Seixas do Movimento Pretas (PSOL)
  24. Paula da Bancada Feminista (PSOL)
  25. Professora Bebel (PT)
  26. Paulo Fiorilo (PT)
  27. Reis (PT)
  28. Rômulo Fernandes (PT)
  29. Simão Pedro (PT)
  30. Teonilio Barba (PT)
  31. Thainara Faria (PT)

Como foi a votação

Projeto de lei precisava de 48 votos para passar. O número representa a maioria absoluta dentro da Alesp, que conta com 94 deputados estaduais.

Continua após a publicidade

Ok para privatização era uma das metas do governador para o primeiro ano. A proposta enfrentou resistência entre os deputados inicialmente — mas Tarcísio de Freitas (Republicanos) intensificou as conversas com a Alesp para conseguir a aprovação.

Oposição diz que vai à Justiça contra o projeto. Petistas entraram com ação popular contra o estudo do Banco Mundial que embasou a privatização. Caso seja aceita, a ação pode anular todo o processo. Além disso, deputados do PT e do Psol planejam questionar a constitucionalidade do texto aprovado hoje na Alesp.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes