Conteúdo publicado há 1 mês
OpiniãoPolítica

Fibe: Lula devia deixar claro que nem o próprio filho deve ser protegido

Lula deveria vir a público e assegurar que seu filho Luis Claudio, acusado pela ex-mulher Natália Schincariol de violência doméstica, não terá privilégios da Justiça, afirmou a colunista Cris Fibe no UOL News desta sexta (5).

Como figura pública, Lula deveria colocar um posicionamento claro de que nem o seu próprio filho será protegido na Justiça. Que razão nenhuma, nem dinheiro e nem influência, podem impedir uma vítima de violência obtenha justiça e reparação dos danos que sofreu.

Queremos entender que no Brasil ninguém será protegido, nem o filho do presidente. Como o Lula é essa figura pública e está na presidência, gostaríamos de ouvir uma manifestação dizendo que ninguém será protegido pelo poder que tem e violência contra a mulher é algo intolerável no país inteiro. Cris Fibe, colunista do UOL

Fibe citou os comentários feitos por Lula sobre o caso Robinho para cobrar uma manifestação sobre as acusações a Luis Claudio.

Lula se manifestou publicamente sobre o caso Robinho, antes de o STJ avaliar a homologação da sentença da Justiça italiana que o condenou a nove anos de prisão.

É muito difícil denunciar homens poderosos no Brasil. Imagino a situação dessa mulher ao ir a uma delegacia e fazer uma denúncia contra o filho do presidente da República. É uma situação que intimida, mas ele usava isso para constrangê-la, de alguma forma.

Hoje, essas violências têm nome e são crimes no Brasil. Queremos ver que todos aqueles cometedores desses crimes serão punidos. Cris Fibe, colunista do UOL

Fibe: Ela não ganha nada ao denunciar o filho do presidente; é só sofrimento

Fibe rebateu as críticas pelo caso do filho de Lula vir à tona. A colunista ressaltou a dificuldade que as mulheres enfrentam para denunciar casos de violência, ainda mais quando envolvem pessoas influentes.

Continua após a publicidade

Sem a exposição, ela realmente não teria conseguido nada e seria sufocada. Denunciar uma pessoa tão poderosa e esperar que se faça alguma coisa no Brasil é muito inglório. Muita gente acusa as mulheres de mentir na Justiça, mas isso é uma grande bobagem. Não há nenhum ganho para a Natália ir à delegacia para denunciar o filho do presidente por violência doméstica. É só sofrimento. Cris Fibe, colunista do UOL

O UOL News vai ao ar de segunda a sexta-feira em duas edições: às 10h com apresentação de Fabíola Cidral e às 17h com Diego Sarza. O programa é sempre ao vivo.

Quando: De segunda a sexta, às 10h e 17h.

Onde assistir: Ao vivo na home UOL, UOL no YouTube e Facebook do UOL.

Opinião

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Deixe seu comentário

Só para assinantes