PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Esse conteúdo é antigo

Prefeitura aluga motel para montar hospital de campanha no Pará

Dos 11 quartos do estabelecimento, 6 foram destinados à internação de pacientes com covid-19 - MP/PA
Dos 11 quartos do estabelecimento, 6 foram destinados à internação de pacientes com covid-19 Imagem: MP/PA

Do UOL, em São Paulo

31/08/2020 22h31

A chegada da pandemia do novo coronavírus testou a capacidade de adaptação de governantes do mundo todo. O prefeito de Prainha, no Pará, é um exemplo: para atender os pacientes de covid-19, Davi Xavier (MDB) alugou um motel para abrigar o hospital de campanha do município.

O imóvel foi alugado no final de abril. O contrato inicial previa a locação por três meses, totalizando R$ 30 mil, podendo ser renovado conforme a necessidade. São onze quartos, dos quais seis foram destinados à internação de pacientes. O ambulatório começou a funcionar no dia 15 de junho.

Na sexta-feira (28), a Promotoria de Justiça de Prainha foi até o local para inspecionar e acompanhar o trabalho no hospital. A avaliação inclui critérios como a estrutura física, a equipe e jornada de trabalho, a fiscalização dos serviços laboratoriais e de exames realizados.

Nas redes sociais, a escolha do imóvel foi motivo de piada: "Prova de como a saúde pública no Pará literalmente é f..."

"Meu país Pará tá em ôtopatamar!"

Outras pessoas aprovaram a decisão: "Não sei dos critérios técnicos, mas parece mais rápido eficiente que construir aqueles hospitais de campanha que custam uma fortuna e demoram a ficar prontos. É estranho? É estranho, mas funcionando bem que mal tem..."

Coronavírus