PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Conteúdo publicado há
4 meses

PE anuncia medidas mais rígidas de combate à covid-19 após aumento de casos

O governador Paulo Câmara (PSB) anunciou novas restrições em Pernambuco - Reprodução/Facebook
O governador Paulo Câmara (PSB) anunciou novas restrições em Pernambuco Imagem: Reprodução/Facebook

Colaboração para o UOL

25/05/2021 11h42Atualizada em 25/05/2021 18h06

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), anunciou novas medidas restritivas que começam a valer amanhã em diferentes regiões do estado. A decisão visa a conter a alta de casos e internações devido à covid-19.

Assim, somente atividades consideradas essenciais poderão funcionar nos fins de semana, na Macrorregião 1, que inclui a Região Metropolitana do Recife e cidades da Zona da Mata. De segunda a sexta-feira será mantido o esquema atual, com fechamento às 20h.

Além disso, a partir de amanhã até o dia 6 de junho, os 53 municípios das Geres (Gerências Regionais) 4 e 5 - que têm como cidades polo Caruaru e Garanhuns - no Agreste, assim como 12 cidades da Geres 2 - com sede em Limoeiro -, entrarão em quarentena rígida também durante a semana.

Já nas Macrorregiões 3 e 4, no Sertão, o esquema permanece o atual, com funcionamento das atividades até 20h, de segunda a sexta-feira, e até 18h aos sábados e domingos.

No anúncio, divulgado em vídeo nas redes sociais do governo de Pernambuco, o governador informou que a "aceleração exponencial da contaminação" pela covid-19 no Agreste do estado resultou no aumento de ocupação em todo o sistema de saúde. O plano completo para todos os setores e regiões pode ser acessado aqui.

"A consequência direta disso é mais tempo entre a solicitação de um leito de UTI e a transferência dos pacientes para uma vaga de terapia intensiva", disse Paulo Câmara.

Medidas adicionais

O governador Paulo Câmara disse que solicitou ao ministério da Saúde mais testes de antígeno, concentradores de oxigênio, além de acompanhamento e investigação sobre as novas variantes da covid-19 nas amostras coletadas no Agreste.

Também informou que serão abertos 30 novos leitos de UTI serão abertos em Caruaru, Bezerros e Garanhuns. Além disso, serão distribuídos 100 concentradores de oxigênio "para incrementar a capacidade de atendimento nas unidades locais de saúde".

Haverá, ainda, a entrega de 200 mil máscaras em todo o estado e o repasse de R$ 4 milhões aos municípios para ações de assistência social. Bem como a ampliação das ações de fiscalização da Polícia Militar, do Corpo de Bombeiros e do Procon em todo o estado.

O governador pediu a cooperação da população pernambucana para mais um período de restrições.

"Todas essas medidas têm como objetivo impedir mais mortes e sofrimento para nossa população. Sabemos que após mais de um ano de luta contra esse vírus, estamos cansados de restrições. Infelizmente precisamos de mais esse período de menor circulação de pessoas para interromper a aceleração da doença e diminuir a pressão sobre nosso sistema de saúde", finalizou.

Coronavírus