Deutsche Bank e Santander falham em teste de resistência bancária nos EUA

Washington, 29 Jun 2016 (AFP) - As filiais americanas do banco espanhol Santander e do alemão Deutsche Bank voltaram a falhar nos testes de resistência bancária do Federal Reserve (Fed). O Morgan Stanley foi aprovado com condições.

O Fed anunciou nesta quarta-feira que modificou os planos de dividendos e recompra de ações dos dois bancos europeus por "razões qualitativas" e porque considera insuficientes seus procedimentos de controle.

Os bancos já haviam sido aprovados na primeira fase dos testes, na quinta-feira passada. Isto significa que eles estão capitalizados o suficiente para enfrentar um cenário de crise, com grave recessão, um desemprego de 10% e juros negativos para os títulos do Tesouro americano.

A segunda parte dos resultados, divulgados nesta quarta-feira, se referiu a testes individualizados e que incluíram os projetos de distribuição de liquidez de cada banco.

Todos os bancos pareceram suficientemente capitalizados para seus projetos de distribuição de capital, mas três deles tiveram falhas no critério "qualitativo" desses projetos.

O Deutsche Bank, que já havia sido observado no ano passado, continua apresentando problemas de controle de sua gestão "que prejudicam seu projeto de distribuição de capital", informou o Fed.

O Santander, observado pelo terceiro ano consecutivo, "avançou na melhora de seu enfoque para a projeção de prejuízos e lucros", mas continua com problemas de "supervisão", acrescentou o BC americano.

O Morgan Stanley, único banco americano a ser questionado neste ano, ganhou uma nota favorável, mas condicionada a apresentação, antes de 29 de dezembro, de um novo cenário de distribuição de liquidez.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos