Papa diz que responsáveis por bombardeios na Síria prestarão contas a Deus

Cidade do Vaticano, 28 Set 2016 (AFP) - O papa Francisco denunciou nesta quarta-feira o aumento da violência na Síria e fez "um apelo à consciência dos responsáveis por bombardeios, que terão que prestar contas a Deus".

"Seguimos recebendo notícias dramáticas sobre a situação da população de Aleppo, à qual me sinto unido no sofrimento, mediante a oração e a proximidade espiritual", declarou o pontífice argentino em sua audiência semanal na Praça de São Pedro.

Com um tom grave, expressou "sua profunda dor e sua viva preocupação com o que acontece nesta cidade já martirizada, que afeta mulheres, crianças, idosos, jovens, todos".

"Reitero a todos o apelo para se comprometer com todas as forças na proteção de civis, uma obrigação imperativa e urgente", acrescentou.

O exército sírio tomou na terça-feira o controle de um bairro rebelde do centro de Aleppo, após vários dias de intensos bombardeios que deixaram muitos mortos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos